Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Organizadores mantêm decisão de suspender próxima rodada do Espanhol

LFP reivindica que governo termine com a obrigatoriedade da exibição de um jogo por rodada na TV aberta

EFE |

A Liga de Futebol Profissional (LFP), que organiza o Campeonato Espanhol, anunciou nesta terça-feira que manteve a decisão tomada em 11 de fevereiro de suspender a próxima rodada do torneio, a 30ª, marcada para os dias 2 e 3 de abril, por não ter visto progressos em suas solicitações ao governo espanhol.

Segundo o presidente da LFP, José Luis Astiazarán, que se reuniu com os clubes da primeira divisão, a entidade havia pedido para que caíssem a obrigação de transmissão de uma partida por rodada na televisão aberta do país e a lei de apostas, mas não foi atendida até agora.

Ainda de acordo com o dirigente, durante o encontro, não houve votação sobre o adiamento dos jogos, mas sete clubes - Villarreal, Real Sociedad, Athletic Bilbao, Zaragoza, Espanyol, Sevilla e Málaga - se manifestaram contra a decisão e tentarão entrar em campo.

"Neste momento, o governo e o Conselho Superior de Esportes conhecem perfeitamente quais são as solicitações da Liga, e não temos nenhuma novidade que possa nos fazer entender que houve um avanço significativo", explicou Astiazarán, que conversou com a imprensa após duas horas e 45 minutos de reunião.

"Sobre a modificação da obrigatoriedade de transmitir pelo menos um jogo na TV aberta, não houve nenhuma resposta nem solução para este tema. Sobre a regulação do direito à informação, também não houve nenhum avanço, e estamos pendentes de alguma novidade do processo da aprovação da lei de apostas", acrescentou, para depois confirmar que a decisão do adiamento segue em vigor.

Astiazarán revelou que houve propostas de vários tipos durante a reunião, inclusive a de não começar a próxima temporada, e destacou que o adiamento é a única maneira de ver suas reivindicações serem atendidas. Por fim, o presidente da LFP informou que não há encontros marcados para reverter a decisão.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG