Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Organização da Copa América cogita mudar final para Córdoba

Estádio do River Plate, palco da final, está fechado para investigações sobre o conflito de domingo

Marcel Rizzo e Paulo Passos, enviados iG a Los Cardales |

O presidente do Comitê Organizador da Copa América, José Luís Meiszner, disse nesta segunda-feira que caso o estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, não possa receber a final da competição, dia 24 de julho, a única opção é o estádio Mário Kempes,em Córdoba (a 750 km da capital). O torneio começa na próxima sexta-feira (1° de julho), com Argentina x Bolívia no Estádio Único de La Plata.

Um fiscal do Ministério Público Fiscal da Argentina decretou o fechamento provisório do Monumental no domingo (26 de junho). A medida foi tomada para que investigações ocorram no local. O objetivo é apurar os motivos dos incidentes registrados após o jogo entre River Plate e Belgrano , quando torcedores do clube de Buenos Aires depredaram um prédio e tentaram invadir o campo. Pelo menos 65 pessoas ficaram feridas.

LEIA TAMBÉM: Esperança, agonia, tristeza e fúria marcam queda do River Plate

O COL argentino ainda acredita que o Monumental será reaberto antes de 24 de julho, mas a decisão precisar será rápida, para caso seja necessário uma mudança possa ser efetuada com tempo hábil. Há diversos problemas, como as entrada vendidas: todos os bilhetes para a decisão já foram negociados e os torcedores se programaram para estarem em Buenos Aires.

O estádio de Córdoba tem capacidade para 57 mil pessoas e seria o único que poderia receber público semelhante ao que estaria no Monumental – é o maior da competição. O Brasil fará duas partidas na primeira fase no local, pelo Grupo B: dia 9 de julho contra o Paraguai e dia 13 de julho frente ao Equador. O Mário Kempes foi todo remodelado para o torneio e receberá total de quatro partidas, entre elas uma quartas de final.

O estádio Único de La Plata, construído para a competição e o mais moderno de todos, pode receber somente 36 mil pessoas, o que não atende a demanda de ingressos vendidos para a decisão. O campo do Velez Sarfield, o José Amalfitani, em Buenos Aires, também foi cogitado, mas tem capacidade inferior também (49 mil pessoas) e não foi reformado para a competição.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG