Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ordem no Vasco é manter os pés no chão e evitar clima de euforia

Jogadores admitem alívio após vitória sobre Americano, mas reconhecem que retomada está só no início

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O Vasco venceu sua primeira partida na Taça Guanabara, deu adeus à lanterna da competição e terá a semana livre para treinar. Tudo isso leva a crer que o clima em São Januário seja de pura euforia, correto? Não! Apesar da goleada (3 a 0) sobre o Americano, neste domingo, o ambiente entre os jogadores é de cautela. O time, que perdeu as quatro primeiras partidas, vem de um empate e uma vitória – o suficiente para o grupo entender que a maré de azar já faz parte do passado. Mas é com os pés no chão que elenco reage ao atual momento. A ordem é evitar o oba-oba.

“Ainda falta muito para respirarmos aliviados. Foi apenas um primeiro passo. Claro que hoje estamos mais tranquilos, mas é hora de colocar os pés no chão. Nada de andar nas nuvens”, destacou o meia Jeferson, autor de um dos gols contra o Americano.

No fim de semana, a equipe comandada por Ricardo Gomes enfrentará o América. Fora das finais da Taça GB desde a quarta rodada, o objetivo é superar o adversário para dar novo ânimo ao grupo. A diretoria ainda não se manifestou, mas não está descartada a possibilidade de o time sair do Rio durante as finais do primeiro turno do Campeonato Carioca. A ideia é aproveitar a chegada do novo comandante e tentar reaproximar mais o elenco.

A julgar pelos dois últimos resultados, o trabalho psicológico de Ricardo Gomes vem surtindo efeito. Para o lateral-esquerdo Ramon, o Vasco está recuperando a alegria de jogar futebol.

“Parece que tiramos um peso de uma tonelada das nossas costas”, frisou o lateral. “O time teve mais consistência na transição da defesa para o ataque. A qualidade de cada um sobressai assim”, completou o jogador.

É com este espírito que o time vai trabalhar ao longo da semana para o compromisso de próximo sábado. Ricardo Gomes terá mais tempo para conversar individualmente com cada atleta. Desde a última quarta-feira, quando foi apresentado em São Januário, o treinador vem orientando um a um cada o jogador.

“O trabalho psicológico dele vem mudando o astral do grupo”, disse o atacante Patric.
 

Leia tudo sobre: VascoRicardo GomesAmericano

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG