Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Oposição quer manter Felipão no comando do Palmeiras

Time falhou no seu principal objetivo do segundo semestre: conquistar a Copa Sul-Americana

Gazeta Esportiva |

Um dos pretendentes à cadeira de presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone projeta mudanças no Palestra Itália a partir de 2011. Contudo, o candidato da oposição avisa com antecedência que, no departamento de futebol, rechaça uma troca na comissão técnica.

A ideia do empresário é manter Luiz Felipe Scolari no comando do Palmeiras. "Acho que o Felipão tem história, comprometimento com o Palmeiras, foi campeão pelo clube e ganhou o título mundial pela seleção. Ele é indiscutível. Não penso em mudar. Só não fica se não quiser trabalhar mais aqui", explicou o candidato, em entrevista à "Rádio Globo".

Contratado após o período da Copa do Mundo, Felipão chegou como a grande esperança de levar o Palmeiras de volta às conquistas. Só que, no segundo semestre de 2010, o pentacampeão mundial fracassou no seu principal alvo: a conquista da Copa Sul-Americana.

A propósito, a eliminação contra o Goiás trouxe uma grande turbulência ao Palestra Itália. Ainda assim, Tirone confia na força do Palmeiras para brigar por conquistas na próxima temporada, quando o clube irá disputar Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

"Todos os palmeirenses estão tristes, às vezes até há um sentimento de revolta para alguns. Mas não podemos nos abater com as adversidades", afirmou Tirone, apelando a um discurso positivo ao pensar no futuro.

 

Leia tudo sobre: futebolpalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG