Tito Vilanova, vítima de agressão do português em agosto, foi submetido a retirada de tumor na glândula parótida e ficará de três a quatro semanas em recuperação

Reprodução
Mourinho colocou o dedo no olho de Tito Vilanova durante decisão da Supercopa da Espanha
Após passar nesta terça-feira por uma cirurgia para retirada de um tumor na glândula parótida, o assistente-técnico do Barcelona , Tito Vilanova, ficará de três a quatro semanas em recuperação. O estado de saúde do auxiliar de Pep Guardiola foi alvo de preocupação até mesmo do técnico José Mourinho, que o agrediu com o dedo no olho durante a decisão da Supercopa da Espanha, no último mês de agosto.

LEIA MAIS: Assistente de Guardiola no Barça para por cirurgia para retirada de tumor

"Espero que Tito Vilanova venha ao Santiago Bernabéu no dia 10 (de dezembro) para que possa lhe cumprimentar", declarou o técnico do Real Madrid, se referindo ao superclássico contra o Barcelona, marcado para a 16ª rodada do Campeonato Espanhol.

Sem poder contar com o seu braço direito no banco de reservas pelos próximos jogos, o técnico Pep Guardiola, do Barcelona, admitiu que o problema de saúde de Vilanova pegou a todos de surpresa.

RELEMBRE: Após derrota, Mourinho agride auxiliar-técnico do Barcelona

"Os últimos dias foram complicados. Estas coisas te afetam, chegam de repente e te surpreendem. Quando soube da notícia ele (Vilanova) falou comigo para que fôssemos discretos. A equipe não sabia até ontem, quando o doutor explicou sobre a operação", epxlicou Guardiola.

Sem Vilanova no banco, o Barcelona enfrenta nesta quarta-feira o Milan, fora de casa, pela Liga dos Campeões da Europa. Em caso de vitória, a equipe catalã irá garantir a primeira colocação do grupo H.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.