Na luta contra o rebaixamento, time mineiro convive com boatos sobre saída dos principais jogadores

Se não bastasse a péssima campanha no segundo turno do Brasileirão, o Cruzeiro vive um momento complicado nos bastidadores. O presidente Zezé Perrella deixará o clube em dezembro e as incertezas para 2012 são muitas. Isso porque o clube está ameaçado pelo rebaixamento e a permanência de muitas peças no elenco dependem da permanência na Série A.

Cruzeiro é o 16º colocado no Brasileirão. Veja a classificação completa

Durante a semana que se passou, foram muitas as especulações sobre jogadores deixando o Cruzeiro. Fábio , Montillo e Fabrício são os principais alvos dos boatos. O diretor de futebol do clube, Dimas Fonseca, pediu critério aos jornalistas na veiculação de notícias sobre o assunto. "Não vejo noticiários que estão levando jogadores de outros clubes. Por que só o Cruzeiro? Queria pedir respeito e seriedade com a divulgação de noticias. Estão gerando insegurança para nosso torcedor", esbravejou o cartola.

Leia também: Cruzeiro terá dupla de ataque inédita diante do Atlético-GO

O goleiro Fábio tranquilizou o torcedor cruzeirense e disse que só deixa o Cruzeiro caso for a vontade da diretoria. "Meu pensamento é sempre estar dentro de campo ajudando o Cruzeiro. Se tiver alguma proposta hoje, ou daqui um mês, ou nas férias, primeiramente o Cruzeiro vai ter a possibilidade de estudar, se achar que o principal naquele momento seja o fator financeiro, vai me liberar, aí não adianta só minha vontade", disse o capitão do time, que já está na Toca da Raposa II desde 2005.

O técnico Vágner Mancini acredita que a onda de especulações nesse atual momento atrapalha o time. "Quando se enfrenta alguns times, a notícia vem da origem desses times. Temos que ser inteligentes, não podemos falar muito disso e manter o foco. Temos que pensar só em retirar o Cruzeiro dessa situação", afirmou o treinador.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba notícias do seu time em tempo real

Fato é que, se o time mineiro não conseguir evitar o rebaixamento, mudanças drásticas no elenco podem acontecer. "Peço a Deus que isso não aconteça. Mas se acontecer, cabe ao doutor Gilvan (de Pinho Tavares, presidente eleito) conversar com os atletas para saber quem tem interesse ou até mesmo se ele liberaria algum jogador, porque todos são importantes para o reerguimento do Cruzeiro”, afirmou Dimas Fonseca.

O Cruzeiro ainda não venceu no returno e já acumula onze rodadas sem triunfos. O time mineiro está a apenas um ponto da zona de rebaixamento.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a onda de especulações

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.