Arsenal já está classificado na Liga dos Campeões e deve entrar com time reserva diante do Olympiacos. Olympique só depende de si

Em meio ao equilíbrio presente no Grupo F da Liga dos Campeões , a última vaga para as oitavas de final da competição europeia será decidida nesta quarta-feira, quando Olympiacos, Olympique de Marselha e Borussia Dortmund entrarão em campo buscando os três pontos que poderão garantir a presença de uma das equipes na próxima fase. Enquanto isso, o Arsenal apenas irá administrar sua vantagem, uma vez que a liderança da chave já está assegurada.

Confira a classificação da Liga dos Campeões 2011/2012

Nesta fase final, a situação mais tranquila do grupo é a do Olympique de Marselha. Os franceses irão enfrentar o Borussia Dortmund, às 17h45 (de Brasília), em Dortmund, já está na segunda colocação, com sete pontos, e depende apenas de si mesmo para conquistar a classificação.

Entretanto, um desfalque de última hora poderá prejudicar o rendimento do meio-campo e do setor ofensivo da equipe. Um dos destaques da temporada e do Campeonato Francês , o armador Gignac se lesionou e não retornará aos gramados neste ano, o que compromete o esquema tático do treinador Didier Deschamps no torneio continental.

Já os alemães estão praticamente eliminados da Liga dos Campeões e terão que aplicar uma improvável goleada para conseguirem a classificação. Ocupando a lanterna do grupo, com apenas quatro pontos, o Borussia Dortmund precisa vencer por quatro gols ou mais de diferença para não serem eliminados do campeonato. Tal condição é imposta devido aos critérios de desempate, que colocam o confronto direto como o primeiro fator determinante para decidir quem avança em caso de pontuação igual.

Além disso, a equipe de Dortmund terá que torcer para o Arsenal vencer o Olympiacos, no mesmo horário da partida contra os franceses, em Piraeus, na Grécia. Os ingleses já estão classificados e ocupam a liderança do grupo, com 11 pontos, o que poderá forçar a presença de alguns reservas na equipe titular do técnico Arsene Wenger.

"Nós sabemos que é praticamente impossível, porque o Arsenal precisa vencer e eles já estão garantidos na próxima fase. Então, eu acho que eles não jogarão com a melhor equipe deles. Mesmo assim, eu disse para o Mertesacker (zagueiro do Arsenal ) que eu o chutaria se ele não vencesse essa partida", brincou o defensor Mats Hummels, do Borussia.

Alheios à situação de seus adversários na tabela de classificação, o Olympiacos tentará fazer valer o seu mando de campo e buscará uma vitória contra os ingleses desde o primeiro minuto de jogo. Os gregos ainda terão que torcer contra um resultado positivo do Marseille, que anularia qualquer chance do clube ir às oitavas de final.

Mesmo com a possibilidade dos Gunners entrarem com uma equipe mista, a dificuldade de enfrentar uma das principais forças da Inglaterra ainda assusta os anfitriões. Para Olof Melberg, o poderio ofensivo de seus adversários e a qualidade técnica do clube serão dois importantes obstáculos a serem superados neste duelo.

"Nós não sabemos o que eles irão fazer. Eles são um grande time e não será fácil para nós. Eles possuem um monte de jogadores novos nesta temporada e depois de um início ruim, estão encontrando sua melhor forma. Mas nós estamos jogando em casa e iremos focar no nosso jogo", completou o jogador do Olympiacos.

Com o Arsenal isolado na liderança, a única chance dos clubes conquistarem a classificação é ocupando a segunda posição do grupo. Já o terceiro colocado irá garantir uma vaga na Liga Europa, enquanto o quarto está eliminado de qualquer torneio europeu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.