Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Olympique diz que não havia clima para Brandão ficar

Jogador foi emprestado pela equipe francesa ao Cruzeiro até o final do ano depois de acusação de estupro

Agência Estado |

O presidente Jean-Claude Dassier afirmou nesta sexta-feira que decidiu negociar Brandão com o Cruzeiro por não haver mais clima para o atacante permanecer no Olympique de Marselha após ser acusado de estupro na França por uma jovem de 23 anos. O jogador foi cedido por empréstimo ao clube mineiro até o dia 31 de dezembro.

"Era impossível para ele voltar a jogar no Stade Velodrome sob tais circunstâncias", disse Dassier. "É um golpe para o clube. Mais um. Esta temporada está realmente complicada. É uma opção a menos para Didier [o técnico Didier Deschamps] construir seu ataque, mas não há nada que possamos fazer sobre isso".

Brandão foi decisivo para as conquistas do Campeonato Francês e da Copa da Liga Francesa pelo Olympique de Marselha na temporada 2009/2010. Na atual temporada, porém, o atacante caiu de rendimento e marcou apenas um gol em 19 partidas. E o problema extracampo desencadeou a sua saída do clube.

Brandão foi autorizado a deixar a França, mas vai ser obrigado a participar de audiências judiciais. Depois de alguns dias no Brasil, Brandão voltou para Marselha esta semana para se encontrar com o presidente e o técnico do clube. "É óbvio que ele me disse que vai obedecer à intimação feita pelo juiz", afirmou o dirigente. "Ele parecia muito sereno e confiante em relação ao resultado da investigação".

Leia tudo sobre: futebol mundialfrançacruzeiro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG