Apesar da mudança no estilo de jogo, equipe tem melhor média de bolas roubadas que no último torneio

Ao ser contratado para substituir o técnico Joel Santana no Botafogo , Caio Júnior prometeu um estilo de jogo mais ofensivo e de maior posse de bola para a equipe carioca. Porém, as estatísticas mostram que não foi apenas no setor de ataque que o clube apresentou mudanças. Mesmo com a proposta de um time mais agressivo, em nove rodadas, o Botafogo apresenta uma média de desarmes superior ao do último Campeonato Brasileiro.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Neste ano, o time de General Severiano apresenta uma média de 23,6 roubadas de bola corretas por partida, sendo o quarto time que mais desarma corretamente, atrás de Corinthians, Fluminense e Palmeiras. Já no último Brasileirão, a média da equipe na competição foi de 22,2 desarmes certos por jogo, em 9º lugar no ranking dos times que mais roubaram bolas. Os números são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

O principal 'ladrão' da equipe carioca, porém, está fora de combate. O lateral-esquerdo Cortes, que se lesionou no empate de 0 a 0 contra o Flamengo, na quinta rodada, ainda se mantém em primeiro nas estatísticas da equipe, com 25 desarmes, média de cinco por partida. Na segunda colocação aparece o meia Elkeson, que em oito partidas realizou 24 roubadas.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

A característica de tirar a posse de bola do adversário ajuda o time na parte defensiva. Com sete gols sofridos em nove jogos, o Botafogo tem a terceira melhor defesa da competição, atrás de Corinthians e Palmeiras. Na 5ª colocação, com 16 pontos, o Botafogo se prepara nesta semana para encarar justamente o Corinthians, no próximo domingo, às 16h, em São Januário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.