Vice de futebol diz que relação entre patrocinadora e clube é boa e que renovação vai ocorrer

A parceria entre Fluminense e Unimed começou durante a participação do clube na Série C do Brasileirão, em 1999, e dura até hoje. Mas ao longo desses 12 anos de “casamento”, turbulências, crises e polêmicas quase acarretaram no fim do compromisso entre as partes. O que nunca passou de boatos durante todos esses anos ganhou vida após a traumática saída de Muricy Ramalho e do presidente da patrocinadora, Celso Barros, ter admitido em abril que não descartava o rompimento da relação após o fim do contrato, que se encerra em dezembro deste ano .

Convidado pelo presidente Peter Siemsen para trocar a vice-presidência de esportes olímpicos pela de futebol justamente para melhorar a relação entre patrocinadora e Fluminense, Sandro Lima parece ter obtido sucesso mais rápido do que se imaginava. Em entrevista ao Portal iG , terça-feira, o dirigente afirmou que a parceira não corre riscos.

“O Celso vai continuar investindo. A relação entre patrocinador e clube é boa e tenho certeza de que não teremos qualquer problema na hora da renovação. Essa crise é criada mais nos bastidores pela imprensa do que propriamente aqui dentro.”, afirmou o vice-presidente.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Há pouco mais de um mês no cargo, Sandro Lima desmente qualquer tipo de problema entre Peter Siemsen e Celso Barros e lamenta que algumas mentiras tenham saído na imprensa para desestabilizar o bom ambiente do clube.

“Uma rádio informou domingo passado que eu teria visto o jogo contra o São Paulo acompanhado do Celso Barros, enquanto o Peter estaria do outro lado do estádio, o que comprovaria um racha no futebol do Fluminense. Isso é mentira. O Celso não estava em São Januário e o Peter já estava nos EUA. Também saiu em um jornal que o Peter teria dito em voz alta num restaurante que o Celso estava jogando contra. Como ele poderia ter falado isso se continuava nos EUA? Não sabemos de onde surgem essas notícias, mas Isso às vezes atrapalha o trabalho”, disse o dirigente.

“Entre para a Torcida Virtual do FLUMINENSE e convide seus amigos”

Se os rumores do fim da parceria entre Unimed e Fluminense parecem ter chegado ao fim, pelo menos, segundo Sandro Lima, a procura da diretoria por um terreno para a construção de um Centro de Treinamento continua a todo vapor.

“Está caminhando. Temos um lugar bem adiantado e outros dois ou três como opções. É uma operação financeira complicada e a valorização do mercado do terreno também dificulta. O que nos foi oferecido está acima do mercado e estamos tentando negociar. Se o local adquirido for o Banana Golf, por exemplo, em três meses tudo estará pronto. A drenagem já está toda lá e esse é o tempo necessário para se fazer um campo de futebol. Ainda precisamos montar uma academia, um departamento médico adequado e construir os alojamentos. A princípio serão construídos dois campos”, explicou Sandro Lima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.