Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Números dão a Assunção status de jogador fundamental no Palmeiras

Jogador é importante para o clube, mas diretoria considera pedida muito alta e segura renovação

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A novela de  Marcos Assunção no Palmeiras  ainda não tem fim certo e nem dia para acabar. O jogador, no entanto, tem números que justificam os insistentes pedidos de companheiros e de Luiz Felipe Scolari para que ele renove o contrato. É o que provam as estatísticas do Footstats, que também estão disponíveis em aplicativo para o iPad e iPhone .

[]Usando o Paulistão deste ano como referência, por exemplo, Marcos Assunção ocupou a 3ª colocação de melhor passador, com média de 29,6 passes certos por jogo.

Ele fica nesse item atrás apenas de nomes como Márcio Araújo e Rivaldo, que também têm status de fundamental para Felipão.

Se por um lado Assunção marcou apenas dois gols de falta neste ano, sendo que um deles pela Copa do Brasil, por outro ele ocupa o cargo de melhor garçom do Estadual ao lado de Kleber e Luan, com quatro assistências. Ele também foi o melhor jogador de linha para fazer lançamento, com 2,1 acertos por jogo nesse fundamento, só atrás dos goleiros Deola e Marcos. No quesito cruzamento, Assunção foi o 2º melhor, com 30,1% de acerto, ficando só atrás de Márcio Araújo.

AE
O experiente volante Marcos Assunção vai ao desespero com a defesa do Palmeiras

Ele também atende ao requisito básico de Luiz Felipe Scolari: marcação. Assunção foi o 3º melhor ladrão de bolas do time, só atrás de Rivaldo e Cicinho e ainda cometeu, em média, 1,1 falta por jogo.

O vice-presidente de futebol do Palmeiras, Roberto Frizzo, talvez não conheça os números, mas já ouviu os diversos pedidos de Felipão para que o jogador renove. O problema é que o jogador pede a mais do que o limite estipulado pela diretoria, que busca corte de gastos em cada detalhe possível.

Assunção e seu empresário, Ely Coimbra Filho, não falam em números, mas fizeram um pedido inicial que assustou, de R$ 230 mil mensais. Agora, a dupla aceita abaixar um pouco a pedida, mas o clube sofre com a concorrência do Bahia, que pensa em dar ao jogador cerca de R$ 200 mil mensais.

Leia tudo sobre: palmeirasmarcos assunção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG