Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Números contradizem discurso de evolução na atuação do Grêmio

Posse de bola, passes, finalizações, dribles, escanteios e rebatidas pioraram no empate com Figueirense

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

Coritba x Figueirense

A comparação do desempenho do Grêmio

Gerando gráfico...
Footstats


Não houve uma voz destoante no vestiário do Grêmio após o empate sem gols com o Figueirense, quarta-feira, em Florianópolis . Para o presidente Paulo Odone, o técnico Julinho Camargo e os jogadores, os dez dias de treinos seguintes à vitória sobre o Coritiba determinaram evolução no nível de atuação da equipe no Brasileirão.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Odone destacou a segurança defensiva. Julinho gostou da entrega do time. E os jogadores lamentaram apenas a falta de gol. Porém, as estatísticas contradizem a avaliação na terceira partida sob comando do novo treinador. Os números são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Posse de bola, passes errados, finalizações certas, dribles, escanteios e rebatidas pioraram na comparação com a última partida – só desarmes e defesas do goleiro melhoraram. Estes dados, entretanto, não preocupam o presidente e o comandante. A dupla usou a mesma frase para exaltar o esforço dos atletas em manter a defesa invicta pelo segundo jogo seguido:

“Em momento algum o sistema defensivo ficou exposto. Fomos sólidos. Agora, vamos ganhar em casa e subir na tabela”.

Gabriel completou:

“É difícil jogar aqui, afinal, o time deles é bem montado. Tivemos dificuldades, mas fizemos bom enfrentamento. Só faltou o gol”.

O discurso de se contentar com empate, e até mesmo jogar por ele, é completamente diferente do adotado por Renato Gaúcho, que pregava futebol ofensivo. É também contraditória com a ambição de ser campeão, afinal, o empate permitiu que o líder Corinthians aumentasse a diferença para 16 pontos. O Grêmio é o 13º, com 12 pontos.

Até o próximo jogo, dia 27, contra o América-MG, no Olímpico, o Grêmio terá mais sete dias de treinos. Será que vai aproveitar melhor do que os últimos dez?

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011julinho camargo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG