Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Novo revés no Campeonato Inglês não abate o técnico do Arsenal

Para Wenger, time jogou bem, apesar da derrota: "eu não vou ficar preocupado se continuarmos jogando assim"

Gazeta Esportiva |

Decepcionado e com a fisionomia bastante cansada, o técnico Arsene Wenger comentou a terceira derrota sofrida pelo Arsenal em cinco jogos disputados na Premier League. Apesar do desânimo, o treinador seguiu com sua linha de discursos e minimizou o revés sofrido pela sua equipe, alegando que o time se portou bem em campo durante os 90 minutos.

Dessa vez, o Arsenal foi superado pelo Blackburn, que conseguiu superar a vantagem de 2 a 1 que os Gunners tinham na partida e venceu o jogo por 3 a 2 . Entretanto, os grandes responsáveis pela vitória do Rovers foram os próprios comandados de Wenger, que fizeram dois gols contra e possibilitaram a virada.

"Defensivamente nós não fomos sólidos o bastante, mas nós jogamos bem. O jogo foi frustrante, porque nós conseguimos fazer algumas coisas muito bem. Nós criamos chances e poderíamos até ter arrancado um empate no fim do jogo. Eu não vou ficar preocupado se continuarmos jogando assim", declarou o treinador.

Wenger ainda comentou sobre sua permanência no clube. Há 15 anos à frente do Arsenal, os torcedores ingleses consideram os métodos do treinador ultrapassados para o futebol moderno e querem mudanças radicais em sua postura. Além disso, a saída de Fábregas e Nasri contribuiu para prejudicar ainda mais o relacionamento do técnico com a torcida.

"Não vou dizer nada sobre o meu futuro. Eu pretendo continuar no clube, focado em fazer o que eu sei. Entretanto, é lógico que ter apenas quatro pontos em cinco jogos é terrível. Isso não é bom e nós vamos conseguir mudar com o tempo", completou o treinador.

Com a série de resultados negativos, o Arsenal aparece na metade inferior da tabela de classificação, ocupando a 15ª colocação, com quatro pontos ganhos. Na próxima rodada, os Gunners receberão o Bolton e tentarão colocar fim à crise que ronda o time inglês desde o começo da temporada.

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterraarsenalarsene wenger

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG