Equipe levou apenas cinco gols neste Brasileirão, empatada com o Palmeiras e atrás do Corinthians

Apresentado oficialmente pelo Botafogo na última segunda-feira, o zagueiro Gustavo , de 29 anos, terá uma dura missão na equipe carioca: barrar Fábio Ferreira ou Antônio Carlos, zagueiros titulares do time desde o início de 2010. Apesar de chegar por indicação do técnico Caio Júnior, com quem já trabalhou no Paraná e no Palmeiras, o jogador tem consciência de que terá que mostrar um grande futebol para ser titular do Botafogo e conquistar a torcida.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Com cinco gols sofridos em sete rodadas, o Botafogo aparece com a segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro, empatado com o Palmeiras, e atrás apenas do Corinthians, que levou três gols e tem uma partida a menos. Com um torneio longo, Gustavo acredita que terá uma chance quando algum jogador estiver suspenso ou lesionado. A expectativa é de entrar no time para não sair mais.

Entre para a Torcida Virtual do Botafogo e convide seus amigos

"O Campeonato Brasileiro tem 38 rodadas, é longo. Já se passaram sete. Se estou aqui no Botafogo, fiz por merecer. O Antônio Carlos e o Fábio Ferreira são ótimos jogadores, mas num campeonato difícil o time precisa de um grupo forte. Um clube campeão é formado com um elenco, não apenas 11 titulares. Quando tiver oportunidade de atuar, espero agarrar minha chance", declarou o jogador do Botafogo.

Outro número que mostra a força da defesa botafoguense está no número de desarmes certos do time. Segundo dados do Footstats, o Botafogo é a quarta equipe com mais desarmes certos no Campeonato Brasileiro. Foram 162 em sete jogos, média de 23,1 por partida. Apenas Fluminense, Palmeiras e Corinthians desarmaram corretamente mais vezes. Os números são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad .

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Porém, um dos trunfos de Gustavo para arrumar uma vaga na equipe está também fora de campo. Segundo o técnico Caio Júnior, o zagueiro é um líder natural e evoluiu taticamente durante sua passagem pelo futebol italiano, quando defendeu o Lecce, na última temporada.

"Independente de ser titular ou não, jogar de cara ou não, está em questão a qualidade técnica dele, que é comprovada, e o caráter que conheço bem. O Gustavo é muito importante dentro e fora de campo, é um líder natural. O fato de ter jogado a primeira divisão da Itália fez ele evoluir muito taticamente e será muito importante, pois pode se adaptar em qualquer situação do setor defensivo", disse o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.