Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Novo gerente, William diz que amizade não o fará cobrar menos

Sem medo de que boa relação com o grupo afete seu trabalho, ex-zagueiro é apresentado no Corinthians

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Dois meses depois de sua última partida como profissional do Corinthians, William voltou ao CT do Parque Ecológico para iniciar uma nova etapa nesta sua relação com o clube que defendeu por três anos dentro de campo. O ex-zagueiro adotou seu sobrenome e agora, como gerente de futebol, William Machado terá a função de coordenar tudo que acontece no dia a dia do time profissional do Corinthians.

Capitão do time durante toda sua passagem pelo clube, William não acredita que a boa relação que construiu com a maioria dos atletas com quem jogou até pouco tempo atrapalhe este início de trabalho como gerente do clube, cargo que desempenhará até o final do ano. Para ele, sua chegada não é sinal de uma nova democracia corintiana, onde os jogadores é que tomarão as principais decisões.

"Primeiro que democracia não quer dizer que um não tem mais poder que o outro. O verdadeiro amigo é aquele que fala aquilo que a gente não quer mas tem de escutar. Assim como já fiz dentro de campo de bater boca, e isso não atrapalhou a amizade, vou defender os interesses do Corinthians, não de A ou de B. A ideia é só uma: ver o Corinthians vencedor", disse William.

O gerente de futebol assume uma função que não tinha dono desde março de 2009, quando Antônio Carlos Zago foi demitido do cargo. De acordo com William, o diretor de futebol Roberto de Andrade e o presidente Andrés Sanchez deram carta branca para que ele cobre e exija do elenco se houver caso de mau comportamento de algum atleta, principalmente em relação às "baladas".

null"Tenho total liberdade que foi me dada pelo presidente, pelo Roberto e pelo Duílio (diretor adjunto). A cobrança vai haver, independente de qual seja o jogador. Em relação a sair ou não, o jogador tem de ter o bom senso para saber a hora que deve ou não sair. Se soubermos que isso está afetando dentro de campo, tem formas de coibir isso por meio de multas que podem ser aplicadas. Até acho que é uma das profissões que mais sofre pressão. Ele tem de ter o tempo de lazer dele, mas é menor do que o das outras pessoas. Vamos punir com as formas que o clube e a parte jurídica decidirem".

Pela manhã, durante os treinamentos no CT, William teve o primeiro contato com os jogadores e com a comissão técnica. Ele terá uma sala no complexo e observará todos os treinos. O novo gerente corintiano diz que poderá indicar jogadores, mas que a negociação será conduzida pela chefia do departamento, na pessoa de Roberto de Andrade.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG