Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Novela Kleber terá polêmica com salário e capítulo internacional

Atacante fica no Palmeiras por enquanto, mas ainda vai reclamar caso não tenha seu salário reajustado

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A torcida comemora, mas os dirigentes do Palmeiras ainda adotam um tom cauteloso na "novela"  Kleber . Eles sabem que o atacante não ficará tranquilo enquanto não receber o aumento de salário que foi apenas conversado nesta semana, mas ainda não foi oficializado. Até por isso, todos no Palmeiras aguardam a janela internacional, que se fecha no fim de agosto, com certo temor. Pelo menos nacionalmente ele não será mais negociado, já que fez o sétimo jogo no Brasileirão e não pode atuar por outro time do torneio.

Nos bastidores, chegou-se a comentar sobre uma proposta de um time russo, mas tudo não passou de especulação. Os dirigentes, no entanto, sabem que Kleber deverá ser assediado por times da Europa, especialmente pelos de segundo escalão. Citam até mesmo alguns italianos, como Catania e o Genoa, para exemplificar o medo que têm.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

O empresário de Kleber, Giuseppe Dioguardi, mantém a postura que sempre adotou. Ele diz que não conversará sobre salários e nem sobre um novo contrato enquanto o Palmeiras não tiver um acerto com uma outra equipe, mesmo com a acusação feita pelo Flamengo na noite de quarta-feira. Ele também mantém a postura de que o aumento de salário não faz parte dos sonhos de seu agenciado.

No entanto, desde o início da novela que envolveu o Flamengo, Kleber cobra da diretoria uma oficialização de que teria um aumento no seu vencimento. Oficialmente, o clube reconhece a necessidade de “reconhecer os esforços” e fala em plano para aumentar as cifras de Kleber só em 2012, o que não satisfaz o camisa 30.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

“Não conversamos com o jogador sobre aumento de salário hoje (quarta-feira). A gente vai deixar isso para depois e para discutir internamente”, disse o presidente do clube, Arnaldo Tirone.

Luiz Felipe Scolari também prefere ficar observando toda a polêmica de longe e fala que o clube deve aprender com tudo o que acaba de passar.

“Posso destacar que o que é transparente para nós, para a direção, é que os jogadores são oferecidos e nem deveriam ser oferecidos. As direções deveriam conversar mais e realmente fazer o que foi feito hoje pelo vice do Flamengo, dizendo que não fizeram proposta e mostrar o que aconteceu. Com as direções conversando, com ética, nós podemos moralizar alguma coisa. As ofertas de pessoas oferecendo o A para o C vão continuar sempre, até que a lei seja muito bem definida. Agora, meus diretores têm alguma noção de como é que vão lidar com os outros problemas, com outras histórias”, disse o treinador.

Leia tudo sobre: palmeiraskleber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG