Tamanho do texto

Jogadores que voltam de empréstimo e que não tiveram chance de trabalhar no Parque Ecológico se animam com estrutura oferecida

Depois de uma semana de treinos em Itu, os seis jogadores corintianos que retornaram de empréstimo para o clube em janeiro estão ansiosos para voltar a treinar em São Paulo a partir desta terça-feira. O CT corintiano, inaugurado em setembro no Parque Ecológico, impressionou Edno, Morais, Moradei, Éverton Ribeiro, Diego Sacoman e Marcelo Oliveira. A partir de terça-feira eles poderão usufruir das instalações e estão ansiosos por isso.

Marcelo Oliveira na sala de fisioterapia do CT, dia 3 de janeiro
AE
Marcelo Oliveira na sala de fisioterapia do CT, dia 3 de janeiro

“Todos que estão aqui querem estar lá na pré-temporada do ano que vem. O clube merecia um espaço como esse”, disse Marcelo Oliveira, que jogou no Grêmio Prudente em 2010, e que na segunda-feira, dia 3, visitou o local pela primeira vez e teve ótima primeira impressão. “Nós que já conhecíamos o Corinthians antes e não tínhamos tido a oportunidade de treinar no CT novo estamos ansiosos, sim”, disse o lateral-esquerdo.

Os jogadores formados na base do Corinthians, caso de Marcelo Oliveira, são os que mais notam a diferença. E contam que em 2012, com a ampliação do CT e construção do hotel no local, não será preciso voltar a Itu para realizar a pré-temporada, como nos últimos dois anos. “Para quem começou no terrão e passou por todas as categorias, ver o CT que a gente tem agora é motivo de orgulho. Na reapresentação (dia 3) conheci melhor o lugar, mas já percebi a diferença”, disse.

Marcelo Oliveira esteve no clube até 2009, viveu uma boa fase e conquistou títulos. Quem está há mais tempo fora do clube percebe ainda mais as diferenças. Éverton Ribeiro, que deixou o clube no início de 2008 em empréstimo para o São Caetano, está deslumbrado.

“Quando eu subi para os profissionais (em 2007) estava um ambiente meio conturbado. Mas depois que o Andrés Sanchez assumiu, as coisas melhoraram muito. O CT está muito bonito e vai ficar melhor ainda. Está sendo um privilégio ter essa oportunidade de volta”, disse o meia. O hotel deve ficar pronto na metade do ano.

Até quem acabou de conhecer o Corinthians está querendo ver o CT mais de perto. Wallace, zagueiro que chegou do Vitória, disse que a primeira impressão foi a melhor possível. "A gente percebe logo que o clube tem uma estrutura diferente para trabalhar e isso anima muito quem está chegando".

No vestiário, sai Boquita e entra Marcelo Oliveira
Os seis jogadores que retornaram de empréstimo, mais Wallace, passaram por sessões de fotos com a camisa oficial lançada no ano do centenário, estilo retrô. As imagens serão utilizadas nos armários pessoais no vestiário e também no telão do Pacaembu durante a apresentação do time em casa.

A saída de alguns jogadores e a chegada dos atletas citados fez com no primeiro dia de treinos no CT, segunda-feira, Marcelo Oliveira tivesse que usar o armário com a foto de Boquita, emprestado para o Bahia. “Foi engraçado. Tinha foto enorme do Boquita no armário que agora vai ser meu. Ainda bem que tiramos essas fotos. Na terça já quero ver meu rosto lá”, disse o lateral.

    Leia tudo sobre: futebol