Tamanho do texto

Renato Gaúcho sacou Lins e promoveu volta de Gabriel para enfrentar São Paulo

Fábio Rochemback destacou o reforço do poder de marcação, afinal, um atacante deu lugar a um meio-campista. Gabriel apontou o aumento de atletas com velocidade para chegar ao gol adversário. Por motivos diferentes, os jogadores do Grêmio aprovaram a mudança tática planejada por Renato Gaúcho para enfrentar o São Paulo, sábado, pela quarta rodada do Brasileirão.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Na manhã desta quinta-feira, no primeiro treino projetando a escalação, o treinador sacou Lins e promoveu a entrada de Gabriel . Numa espécie de 4-5-1, com Mário mantido como lateral-direito, Junior Viçosa foi o único homem de frente. Gabriel e Lúcio, pelos lados, e Douglas centralizado, têm a missão de abastecer e aproximar-se do companheiro.

"A mudança não tem segredo. Todo o jogador já trabalhou assim. É preciso acertar o posicionamento para melhorarmos a marcação e evitar sofrer gol", comentou o capitão Rochemback.

Gabriel disse não concordar que o esquema é defensivo. Ele disse que a troca se justifica, afinal, o setor mais importante do São Paulo é o meio-campo, no qual atual Lucas.

"Precisamos equilibrar as forças. Vamos ter muitos jogadores chegando ao ataque", analisou.

O Grêmio volta a treinar na manhã desta sexta-feira. A partida é às 18h30min deste sábado.