Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Nos acréscimos, Coritiba arranca empate contra o Bahia e segue na liderança da Série B do Brasileiro

O atacante Bill marcou, aos 46 minutos do segundo tempo, o gol que mantém o time paranaense na ponta. Equipe de Salvador caiu para 3ª lugar, sendo superada pelo Figueirense

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861770718&_c_=MiGComponente_C

Com um gol aos 46 minutos do segundo tempo, o Coritiba arrancou um empate em 1 a 1 diante do Bahia, no Estádio Pituaçu, em Salvador, mantendo a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe paranaense chega aos 61 pontos, enquanto o time da casa caiu para a terceira colocação, perdendo a posição para o Figueirense.

Depois de um primeiro tempo marcado por uma arbitragem polêmica, fratura na perna do lateral Triguinho e pênalti desperdiçado pelo time da casa, os gols saíram apenas na segunda etapa. Aos 41 minutos, Éverton aproveitou um chutão do goleiro para se antecipar e tocar para o fundo das redes. Aos 46 minutos, Bill bateu de longe e empatou.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Brasiliense, sábado, no Estádio Serejão, no Distrito Federal. Já o Coritiba encara o Ipatinga, já na sexta-feira, no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense.


O jogo
A partida começou em ritmo alucinante, com muita velocidade e vontade das duas equipes, que demonstravam o porquê de estarem no topo da classificação. Aos quatro minutos, Vanderlei soltou a bola na cabeça de Fábio Bahia, que desviou, mas não contava com a recuperação do goleiro coxa-branca. Na resposta, Enrico cruzou nos pés de Marcos Aurélio, que bateu para um milagre de Fernando.

O Coritiba aos poucos ia tomando as ações no campo ofensivo e chegou com perigo aos 11 minutos, com Tcheco aproveitando rebote para arrematar no cantinho, raspando a trave. A bola se aproximava cada vez mais das redes. Aos 15 minutos, Marcos Aurélio mandou o petardo e a bola chegou a tirar tinta do travessão. Aos 19 minutos, Leonardo abriu espaço e arrematou por cima da meta.

Um lance delicado aos 24 minutos. O goleiro Fernando saiu com força excessiva para dividir com Triguinho e um zagueiro. Pior para o jogador do Coxa, que saiu de campo de ambulância, com suspeita de fratura na tíbia e na fíbula. A arbitragem nada marcou.

Aos 33 minutos, Ávine fez a jogada e levantou para boa saída de Vanderlei. A polêmica voltou a aparecer aos 38 minutos, com Adriano caiando na área e o árbitro assinalando pênalti, para revolta alviverde. Na cobrança, Jael mandou para fora. Aos 44 minutos, Ângelo foi travado na área, o juiz não marcou ainda e ainda mostrou cartão para o lateral. O Bahia respondeu com Morais que, aos 45 minutos, recebeu de frente para o crime e perdeu uma grande oportunidade.

Na segunda etapa, o time da casa modificou seu ataque, com a entrada de Rodrigo Gral. Aos três minutos, Morais abriu espaço e bateu. A bola desviou antes de ficar com Vanderlei. Aos seis minutos, aproveitando cochilo da zaga alviverde, Adriano desviou dentro da área, mas fraco. Bom lançamento para Leonardo, aos 13 minutos, e a arbitragem parou o lance para anotar impedimento.

O Coritiba continuava com maior volume de jogo e buscando o gol com mais vontade, mas sem eficiência. Aos 15 minutos, Marcos Aurélio cobrou falta da entrada da área e carimbou a barreira. Porém, o Bahia sabia da importância de garantir o resultado em casa e aparecei em lances como aos 21 minutos, em tabela que parou nos pés de Rodrigo Gral, travado pela defesa coxa-branca. A qualidade despencou e o jogo ficou feio no Pituaçu.

A situação poderia ter mudado aos 31 minutos, com um passe açucarado para Leonardo que, de cara com o gol, conseguiu escorregar e furar. O técnico Ney Franco jogou sua última cartada com a entrada do atacante Bill. Do outro lado, Márcio Araújo também mexeu, colocando Éverton. E foi feliz. Aos 41 minutos, Éverton aproveitou um chutão do goleiro Fernando e tocou na saída do goleiro para marcar o gol. Quando o resultado parecia definido, aos 46 minutos, Bill, da entrada da área, deu a resposta.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 1 CORITIBA

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 02 de novembro de 2010, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos Andre Gomes da Penha (ES)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Jose Ricardo Maciel Linhares (ES)
Cartões amarelos: Arílton, Jael (Bahia); Cleiton, Enrico (Coritiba)

Gols:
BAHIA: Éverton, aos 41 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Bill, aos 46 minutos do segundo tempo

BAHIA: Fernando; Arílton (Ananias), Luizão, Nen e Ávine; Fabio Bahia, Marcone, Helder e Morais; Adriano (Éverton) e Jael (Rodrigo Gral)
Técnico: Márcio Araújo

CORITIBA: Vanderlei; Ângelo (William), Jeci, Cleiton e Triguinho (Lucas Mendes); Leandro Donizete, Tcheco (Bill), Rafinha e Triguinho; Marcos Aurélio e Leonardo
Técnico: Ney Franco

Leia tudo sobre: bahiacoritibasérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG