"Rei do Futebol" disse ainda que a postura do presidente da CBF com a imprensa é normal

Getty Images
Ricardo Teixeira e Pelé se cumprimentam antes do sorteio das eliminatórias da Copa de 2014
De passagem por Londres para promover o retorno aos gramados do New York Cosmos, sua última equipe como jogador profissional, Pelé negou, em entrevista publicada nesta quarta-feira no site da AIPS (Association Internationale De La Presse Sportive), que esteja brigado com o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira.

Na matéria, Pelé disse que "apesar de muitos jornais dizerem que eu tenho uma briga com Teixeira, isso não é verdade. Nós estamos bem". O "Rei" ainda defendeu que a postura do mandatário com os jornalistas é normal. "Todo mundo tem seus inimigos, às vezes você não sabe nem que eles são. Isso é o que está acontecendo com ele", afirmou.

O ex-jogador assegurou ainda que todos os envolvidos na Copa do Mundo de 2014 farão o melhor para realizar uma grande competição no Brasil. "Não posso falar dos problemas de Teixeira. Só sei que a senhora Dilma (Roussef, presidente do Brasil) me pediu para fazer parte do comitê e vou fazer de tudo para sediarmos uma excelente Copa", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.