Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No Vasco, Ricardo Gomes comandará treino com portões fechados

Imprensa só será liberada uma hora após início da atividade. Técnico quer surpreender o Flamengo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Nada pode dar errado a partir de agora no Vasco. É pensando assim que o técnico Ricardo Gomes vai aproveitar os últimos dias antes do clássico de domingo contra o Flamengo para tentar surpreender o adversário. As duas equipes decidem, no Engenhão, o título da Taça Rio - segundo turno carioca. Se perder para o rival, o cruzmaltino terá o dissabor de ver arqui-inimigo se sagrando campeão estadual de forma antecipada - o time rubro-negro venceu a Taça Guanabara, o primeiro turno. Para impedir a volta olímpica adversária e forçar mais dois jogos, o treinador comandará treinos fechados.

Na entrevista coletiva após o empate em 0 a 0 com o Náutico, pela Copa do Brasil, Gomes se despediu dos jornalistas num tom irônico. “Ah...só para avisar que até a véspera do jogo (com o Flamengo) vocês chegarão atrasados no treino, tá”, brincou o treinador, informando que usará a primeira hora do treino para trabalhar jogadas ensaiadas que não poderão ser acompanhadas pela imprensa que faz o dia o dia do clube. “Nem adianta mandar fotógrafos tentarem fazer imagens do alto”, brincou.

Na verdade, Gomes havia planejado adotar este sistema na semana que antecedeu a semifinal contra o Olaria. Chegou a conversar com a assessoria de futebol do clube, mas declinou da ideia. Preferiu limitar a duração de fotógrafos e cinegrafistas dentro de campo. Avaliou, também, a possibilidade de sua atitude ser considerada antipática.

Agora, com a possibilidade de vencer a Taça Rio e, posteriormente, quebrar um jejum de oito anos sem o título estadual, o técnico cruzmaltino vai usar todos os expedientes na busca pelo título. Se derrotar o Flamengo no domingo, o Vasco encerra um período de sete anos sem vencer um turno carioca – o último foi em 2004, sobre o Fluminense. Passando pelo time rubro-negro, vai decidir o estadual em mais duas partidas contra o mesmo adversário.

“Se ganharmos domingo, temos que saber que não ganhamos nada ainda. A meta é o título carioca. O Flamengo vive uma situação confortável. Nós, não. Por isso precisamos de muito trabalho. É hora de realizar”.
 

Leia tudo sobre: vascoricardo gomescampeonato cariona 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG