Atacante usa fracasso dos brasileiros na Libertadores e goleada sofrida pelo Palmeiras como alerta

A Goleada do Coritiba sobre o Palmeiras e o vexame dos brasileiros na Libertadores esta semana acenderam o sinal de alerta no Vasco . Em vantagem sobre o Atlético-PR nas quartas de final da Copa do Brasil – pode empatar em 0 a 0 ou 1 a 1 dia 12, no Rio, que estará classificado -, a palavra relaxamento está proibida em São Januário. O atacante Eder Luis pede concentração total a partir de agora nas partidas pelo torneio nacional. Além de evitar frustração, o título é inédito na história do clube carioca.

Eder Luis sofre marcação do volante Eduardo Costa
Maurício Val / Fotocom.net
Eder Luis sofre marcação do volante Eduardo Costa
“Não é hora de falhar. A responsabilidade é grande, mesmo com a vantagem. Veja o exemplo do Palmeiras, foi goleado pelo Coritiba. Ninguém esperava. Que isso sirva de exemplo para o Vasco não relaxar daqui em diante”, destacou Eder Luis.

Apesar da cautela, o atacante pede que o time jogue com o regulamento debaixo do braço. Os dois gols marcados fora de casa dão à equipe cruzmaltina uma pequena vantagem. O Vasco só será eliminado se perder ou houver empate acima de dois gols. Placar igual ao da primeira partida (2 a 2) leva a decisão para os pênaltis. Pensando assim, Eder avisa que o time não deve sair desesperado para cima do adversário.

O Santos jogou com o regulamento e se classificou na Libertadores . Não há motivo para atuar de outra forma. O Vasco tem a vantagem e vamos usá-la, sim. Mas sem relaxar, a rodada provou esta semana que o futebol apresenta surpresas”, frisou o atacante, referindo-se também às eliminações de Fluminense e Internacional na Libertadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.