Tamanho do texto

Eder Luis e Eduardo Costa destacam facilidade do meia em deixar os atacantes "na cara do gol"

Felipe está há quase um mês fora de combate. O meia do Vasco se recupera de uma artroscopia no joelho direito e já treina com o grupo. Por ora, seu retorno aos gramados está previsto somente para o compromisso do dia 22, em São Januário, contra o Atlético-GO , pelo Campeonato Brasileiro . Aos 34 anos, o jogador tem o carinho especial dos companheiros. Com ele em campo, o ritmo da partida é outro e os homens de frente são os mais beneficiados.

Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Felipe deve voltar contra o Atlético-GO, dia 22, em São Januário
Fotocom
Felipe deve voltar contra o Atlético-GO, dia 22, em São Januário
"Ninguém mete e bola para um companheiro como o Felipe", observa o atacante Eder Luis . "É um jogador cujo último passe tem muita qualidade, aquele que deixa o colega na cara do gol", completa Eduardo Costa .

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

Curiosamente, no primeiro turno, o Vasco derrotou o Atlético fora de casa por 1 a 0 , gol de Felipe, com um minuto de bola rolando. Com o meia em campo, além das bolas enfiadas, o ritmo de jogo muda. Tanto que no elenco ele tem o apelido de "maestro".

"Ele sabe acelerar o jogo. Assim como o Juninho (Pernambucano). Sorte a nossa que os jogadores que entraram deram conta do recado. Mas, com eles em campo, ganhamos em qualidade", advertiu Eder.