Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No último segundo, Flamengo vence o Bangu e segue na liderança

Em Macaé, atacante Diego Maurício balança a rede no fim, de cabeça, para garantir a vitória por 2 a 1

Thales Soares, Rio de Janeiro |

nullO torcedor do Flamengo precisou esperar até o último segundo para comemorar a vitória sobre o Bangu na noite desta quinta-feira, em Macaé. Com um gol de Diego Maurício aos 51 do segundo tempo, o time conseguiu vencer por 2 a 1, assegurar a liderança isolada do Grupo A da Taça Rio, com seis pontos. Antes, Ronaldinho Gaúcho abriu o placar, cobrando pênalti, e Pipico, também da marca da cal, empatou.

No próximo domingo é dia do primeiro Fla-Flu do ano, às 18h30, no Engenhão.

O Flamengo começou o jogo literalmente sem freio. Com uma blitz, o time se impôs rapidamente em campo e deixou o Bangu acuado. Leonardo Moura levou o lateral-esquerdo Fabiano Silva à loucura, com dribles desconcertantes, que fizeram a defesa se abrir.

A primeira chance de gol apareceu logo aos dois minutos, quando Thiago Neves tentou encobrir o goleiro Thiago Leal, mas a bola foi para fora. Pouco depois, numa rápida troca de passes, Ronaldinho Gaúcho encontrou Thiago Neves dentro da área, mas o chute desviou na defesa e impediu o primeiro gol do Flamengo.

O Bangu, então, refeito dos primeiros sustos, tentou atacar. O goleiro Felipe foi obrigado a fazer três defesas complicadas. Duas em jogadas de Pipico e numa finalização do zagueiro Diego Padilha.

Mas o Flamengo tinha mais volume de jogo e da mesma forma que começou a partida conseguiu fazer o primeiro gol. Em grande jogada, com direito ao drible da vaca, Leonardo Moura sofreu falta de Fabiano Silva dentro da área. Ronaldinho cobrou o pênalti e fez 1 a 0, aos 24 minutos, chegando a cinco gols na temporada, quatro no Carioca, assumindo o posto de artilheiro do time em 2011.

Logo depois, no entanto, o Bangu chegou ao empate. O zagueiro Welinton cometeu pênalti em Pipico. O atacante cobrou com tranqüilidade e empatou o jogo, aos 27 minutos de jogo, deixando a torcida do Flamengo impaciente com a sequência da partida. O argentino Bottinelli foi a primeira vítima, sendo vaiado a partir dos 33 minutos.

Na volta do intervalo, o técnico Vanderlei Luxemburgo preferiu poupar Leonardo Moura e Willians, que já haviam recebido cartão amarelo, para o Fla-Flu de domingo. Ele colocou Fierro e Diego Maurício em campo. A primeira boa jogada aconteceu aos 10 minutos. Ronaldinho Gaúcho carregou a bola pela esquerda, driblou o marcador e lançou Thiago Neves, que matou no peito e chutou na trave.

Vanderlei Luxemburgo resolveu então aumentar ainda mais o poder de fogo do time. Ele colocou o atacante Wanderley no lugar de Bottinelli, que não estava bem no jogo. A pressão continuou forte e o Bangu não oferecia qualquer perigo para a defesa do Flamengo, diferentemente do primeiro tempo.

Apesar de ficar mais tempo com a posse de bola, as chances claras não apareceram no jogo. O momento mais tenso do jogo foi quando Ronaldinho recebeu uma pancada de China nas costas e ficou no chão por alguns minutos. O craque saiu de campo irritado com a pancada, mas voltou para o jogo.

Depois de muita pressão e o perigo dos contra-ataques, a torcida festejou a vitória. Thiago Neves cobrou escanteio da direita, a bola desviou e Diego Maurício colocou no fundo da rede para garantir os três pontos. O resultado manteve a invencibilidade do Flamengo na temporada, com 12 vitórias e dois empates.

FICHA TÉCNICA – BANGU 1 x 2 FLAMENGO
Local:
Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé
Data: 10 de março de 2011, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami (RJ)
Assistentes: Vinicius Barone Pampurre e Marcelo Braz Mariano (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Ricardinho (Bangu) e Bottinelli, Willians, Leonardo Moura e Ronaldinho Gaúcho (Fla)

GOLS:
Bangu: Pipico, aos 27 minutos do primeiro tempo
Flamengo: Ronaldinho Gaúcho, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Diego Maurício, aos 51 minutos do segundo tempo

BANGU: Thiago Leal, China, Diego Padilha, Abílio e Fabiano Silva; Josiel, André Barreto, Thiago Galhardo (Possato) e Ricardinho (Tiano); Pipico e Leandro Costa (Somália).
Técnico: Gabriel Vieira

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura (Fierro), Welinton, Ronaldo Angelim e Egídio; Maldonado, Willians (Diego Maurício), Renato, Thiago Neves e Bottinelli (Wanderley); Ronaldinho Gaúcho.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG