Tamanho do texto

O meia foi dispensado do Atlético de Madri por conta do excesso de jogadores extra no elenco

O meia brasileiro Elias, que trocou na última janela o Atlético de Madri pelo Sporting Lisboa, falou sobre seu desejo de ficar no clube português por muitos anos e sua vontade de conquistar títulos com a equipe.

"Temos fome de títulos", afirmou em entrevista publicada neste domingo ao jornal "A Bola", na qual fala sobre sua boa adaptação ao grupo e as diferenças com o clube anterior. "Para ser sincero, não esperava tanto. O clube tem uma grande estrutura, mas quando cheguei vi um clube além do que tinham me falado", declarou.

Leia também: Nevoeiro atrapalha, e jogo do Português é adiado

Concretamente, elogiou a boa sintonia e a comunicação com o treinador e a equipe técnica. Ele ficou surpreso de já na sua chegada ter sido perguntando em que posição se sentia mais a vontade jogando. "Esse tipo de aproximação é fundamental porque sentimos o apoio de quem dirige, não só do treinador, mas também da equipe técnica, ao contrário do que acontecia no Atlético de Madri, onde as pessoas não me conheciam", disse.

Veja a classificação e a tabela do Campeonato Português

O meia deixou o Atlético pelo excesso de jogadores extra comunitários no elenco. Em outra entrevista, claramente ressentido, expressou seu desejo de o clube espanhol se arrepender de sua dispensa. Sua contratação pelo Sporting Lisboa foi a mais cara da história do clube, 8,85 milhões de euros por cinco temporadas, com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros.