Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No Recife, Sport e Criciúma não saem do zero e seguem fora do G4

Ambos não conseguiram balançar as redes nesta sexta-feira e a faixa de acesso está à distância

Gazeta |

O Sport não consegue desencantar mesmo na Ilha do Retiro. E o Criciúma tem dificuldades para somar fora de casa pontos adicionais na busca para entrar na zona de classificação para a Série A. Com isso, ambos não conseguiram balançar as redes nesta sexta-feira e continuam vendo a faixa de acesso à distância.

Com o empate por 0 a 0 nesta sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro , os dois times estacionam nos dez pontos, insuficientes para ocuparem uma das quatro primeiras posições do torneio, na faixa que dá vaga à elite nacional de 2012.

O Rubro-negro pernambucano completou sua quarta partida consecutiva sem vencer, o segundo seguido sem marcar gol. O Tigre catarinense, por sua vez, acumulou o segundo 0 a 0 das duas últimas rodadas.

O jogo
O placar fez justiça ao péssimo nível técnico do confronto. A partida poderia ser até de um time só, já que o Sport manteve a posse de bola durante todo o jogo, mas não soube impor velocidade ou ter criatividade. Nas raras oportunidades que teve, pecou em suas próprias finalizações.

O Criciúma entrou em campo disposto a não sair sem nenhum ponto. Em outras palavras, o empate satisfazia os catarinenses, que também não primavam por sua qualidade, como na única boa chance que criou e desperdiçou no primeiro tempo após Anderson Conceição furar na área adversária.

Do outro lado, os anfitriões só irritavam os mais de 14 mil que estiveram na Ilha do Retiro. Marcelinho Paraíba e Carlinhos Bala se mexiam, mas faltavam companheiros em condições técnicas de colocar a bola nas redes. O meia Maylson, por exemplo, perdeu duas vezes estando sozinho à frente do goleiro Andrey.

No segundo tempo, o Sport, que acabou de ter o técnico Hélio dos Anjos deixando o comanda da equipe, tentou impor velocidade a seus passes para dificultar o duelo. Até criou mais, mas a exposição dos atletas aumentou com isso, já que a torcida chiou com tantas finalizações passando por cima da meta.

No final da partida, o Criciúma até tentou se aproveitar da má atuação e irritação do adversário para tentar surpreender, cavando faltas e conquistando escanteios no campo do rival. O Tigre, porém, não teve sucesso, mas volta para Santa Catarina com o ponto que queria, deixando o outro para o clube do recife mais lamentar do que comemorar.

FICHA TÉCNICA
SPORT 0 X 0 CRICIÚMA

Local: Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 24 de junho de 2011, sexta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)
Assistentes: Adeílton Guimarães e Rondinelle dos Santos Tavares (ambos AL)
Cartões amarelos: Tobi, Wellington Saci, Daniel Paulista e Danielzinho (Sport); Thoni, Rogélio e Jackson (Criciúma)

SPORT: Rodrigo Calaça; Moacir, Tobi, Gabriel e Wellignton Saci; Hamilton, Daniel Paulista, Maylson e Marcelinho Paraíba (Bruno Mineiro); Carlinhos Bala e Paulista (Danielzinho)
Técnico: Mazola

CRICIÚMA: Andrey; Thoni, Anderson Conceição, Rogélio e Pirão; Jackson, Henik, Aloísio e Roni (Breitner); Bruno Meneghel (Valdo) e Schwenck
Técnico: Guto Ferreira

Leia tudo sobre: SportCriciúmaSérie B 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG