Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No primeiro jogo pós-Ronaldo, Corinthians mostra sua nova cara

Sem astros e com base titular dos últimos jogos, Tite tenta colocar time entre líderes contra o Mogi Mirim

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Agência O Globo
Danilo treina finalização no treino do Corinthians, observado pelo técnico Tite
Uma nova página da história corintiana começa a ser escrita nesta quinta-feira no Pacaembu. É verdade que Ronaldo estava mais ausente do que presente nos últimos jogos, mas contra o Mogi Mirim, às 21h50, o Corinthians pela primeira vez em dois anos e dois meses vai a campo com a certeza de que nunca mais terá o “Fenômeno” à sua disposição.

“A gente vai precisar superar isso logo. Precisamos buscar as vitórias e nos acostumar que o Corinthians não tem mais o Ronaldo. Não vai ser fácil, mas a responsabilidade é nossa, de quem esta aqui, e precisamos assumir isso”, disse o lateral-direito Alessandro.

Sem Ronaldo e Roberto Carlos como astros da equipe, o técnico Tite manterá pelo terceiro jogo seguido a mesma formação titular, longe de ter estrelas. Chicão, o novo tímido capitão da equipe, assume a responsabilidade dos órfãos do “Fenômeno” nesta retomada do Corinthians no Campeonato Paulista.

“Vamos seguir fazendo nosso trabalho. Tentar conquistar os títulos. Claro que vamos sentir falta de Ronaldo e do Roberto pela experiência deles, mas já jogamos vários jogos sem eles e vencemos. Foi assim no clássico (contra o Palmeiras), conseguimos uma boa vitória, depois contra o Ituano. Vamos olhar para frente”, disse Chicão.

A novidade do time que empatou a última partida contra o Paulista estará no banco de reservas. Dentinho, fora do time desde a derrota para o Tolima, há duas semanas, estará à disposição. “O Dentinho fica no banco. O Danilo poderia ficar de fora, mas o departamento médico liberou e ele vai jogar de novo”, disse o técnico.

Só Paulinho, suspenso pela expulsão em Jundiaí, é desfalque. Mesmo assim ele não vinha sendo aproveitado entre titulares. Bruno César, que retomou os treinos na terça-feira, ainda não está liberado para jogar. Com isso, Danilo e Ramírez seguem sendo os meias de criação do time. Tite gostou do rendimento da dupla e vai mantê-los com o discurso de que joga quem ele estiver em melhor momento técnico.

"O time mudou bastante, ainda mais com as saídas do Roberto e do Ronaldo. Mudou em todos os setores. O mais importante é o que o Tite vem fazendo, dado oportunidade. Precisamos ter essa identificação como equipe. Sei que demora um pouco, não é fácil, mas vamos chegar lá", disse Alessandro.

O Corinthians tem 13 pontos em sete jogos do Paulistão, um a menos que a maioria dos rivais. O time é o sexto colocado e se vencer nesta quinta-feira pode assumir a terceira posição do campeonato liderado pelo Palmeiras com 19 pontos. O jogo contra o Mogi Mirim deveria ter sido disputado na quarta rodada, dia 26 de janeiro, mas nesta data o Corinthians disputou o jogo de ida da primeira fase da Libertadores contra o Tolima.

O Mogi Mirim tem oito pontos e é o 13º colocado. Assim como o Corinthians,tem sete partidas e igualará seu número de jogos com os demais rivais nesta quinta. Uma vitória no Pacaembu deixará a equipe em um ponto atrás da Ponte Preta, oitava colocada, e última equipe que se classificaria para a próxima fase do Estadual.

FICHA TÉCNICA  - CORINTHIANS x MOGI MIRIM

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Data: 17 de fevereiro de 2011, quinta-feira
Horário: 21h50
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Daniel Luis Marques e Gustavo Rodrigues de Oliveira

Corinthians
Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castan e Marcelo Oliveira; Ralf, Jucilei, Ramirez e Danilo; Jorge Henrique e Liedson. Técnico: Tite.

Mogi Mirim
João Paulo; Niel, Audálio, Leomar e Cleidson; Everton Dias, Baraka, João Paulo Gomes e Geovanne; Roberto Jacaré e Denílson. Técnico: Guto Ferreira.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG