Santistas querem vencer os paraguaios, que não perderam na Libertadores jogando fora de Assunção

O Santos enfrenta o Cerro Porteño nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio do Pacaembu, pela semifinal da Copa Libertadores da América, em busca da vitória para sair em vantagem contra os paraguaios. Para isso, o time de Neymar terá que superar a invencibilidade do adversário jogando fora de Assunção. Em cinco jogos que realizou como visitante na competição continental, o Cerro venceu dois e empatou três.

Um dos empates aconteceu diante do Santos na Vila Belmiro, onde os paraguaios perdiam por 1 a 0 até o último minuto de jogo, mas empataram em cobrança de pênalti, cometido pelo zagueiro Edu Dracena nos acréscimos da partida.

As duas vitórias também aconteceram na fase de grupos: 2 a 0 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, e 3 a 2 contra o Colo Colo, no Chile, partida que garantiu a equipe nas oitavas de final da Libertadores. Os outros dois empates foram contra Estudiantes, na Argentina, e Jaguares, no México, pelas oitavas e quartas de final, respectivamente.

Atento com o retrospecto do Cerro Porteño jogando fora de casa, Muricy pediu para os jogadores esquecerem a vitória conquistada por 2 a 1 no Paraguai, em jogo válido pela fase de grupos da competição.

“Tem que esquecer, é diferente, não adianta contar história ao jogador, é outra história, o time deles mudou muito depois desse jogo, jogou melhor, classificou bem, além de ser muito difícil porque vai jogar fora de casa”, afirmou Muricy.

Para enfrentar o Cerro, Muricy Ramalho não contará com o lateral-direito Jonathan, que está lesionado. Desta forma, o treinador por iniciar o jogo com a mesma equipe que terminou a partida contra o Once Caldas na semana passada.

Com isso, Pará será mantido na lateral-direita, enquanto Danilo forma o trio de volantes com Adriano e Arouca. Elano será o responsável por fazer a ligação com os atacantes Neymar e Zé Eduardo, já que Ganso continua se recuperando de lesão e Alan Patrick ficará como opção no banco de reservas.

Já o técnico Leonardo Astrada, do Cerro Porteño, utilizará em um esquema tático mais cauteloso e deve apostar nas bolas aéreas para surpreender o Santos. No último trabalho tático antes do jogo, o treinador sacou o atacante Lucero para a entrada do volante Burgos.

FICHA TÉCNICA - SANTOS X CERRO PORTEÑO (PAR)

Estádio: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/hora: 25/5/2011, às 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (URU)
Assistentes: Pablo Fandiño (URU) e Willian Casavieja (URU)

SANTOS: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Alan Patrick e Elano; Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Muricy Ramalho

CERRO PORTEÑO: Diego Barreto, Ivan Piris, Pedro Benites, Uglessich e César Benitez; Luis Caceres, Burgos, Villarreal e Torres; Fabbro e Nanni. Técnico: Leonardo Astrada


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.