Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No intervalo do clássico, são-paulinos gritam nome de Muricy

Torcedores mostraram gratidão ao treinador rival, três vezes campeão brasileiro pelo clube

Bruno Winckler e Samir Carvalho, iG São Paulo |

Gazeta
Muricy Ramalho, treinador do Santos, cumprimenta o goleiro do time rival, Rogério Ceni, antes do começo do confronto
Assim que o árbitro Raphael Claus apitou o fim do primeiro tempo do clássico no Morumbi entre São Paulo e Santos, uma parte da torcida mandante fez questão de homenagear o técnico rival, Muricy Ramalho, tricampeão com o São Paulo entre 2006 e 2008.

“É, Muricy. É, Muricy”, foi o grito entoado pela maioria dos são-paulinos que vieram em bom número ao Morumbi para a semifinal do Paulistão.

Muricy agradeceu os gritos. “É muito legal. Isso não tem preço. O que eu fiz aqui foi muito bom”, disse o treinador.

Muricy treinou o São Paulo entre 2006 e 2009 e saiu do clube por conta de fracassos seqüentes na Libertadores. Depois do São Paulo, passou por Palmeiras, Fluminense e agora está no Santos. Nem mesmo por estar defendendo um rival, o torcedor são-paulino esqueceu o bom trabalho que Muricy fez no clube.

Durante a semana, nos treinos no CT Rei Pelé, Muricy comentou sobre sua volta ao Morumbi. “Já voltei muitas vezes ao Morumbi desde que saí do São Paulo. É bom reencontrar amigos e pessoas, funcionários do meu tempo, antigos de quando jogava ainda e pessoas de hoje, já que fiquei muito tempo lá. Sou muito tratado e um estádio bom para jogar é legal”, disse o treinador.
 

Leia tudo sobre: SantosSão PauloPaulista 2011Muricy Ramalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG