Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No Flamengo, Deivid não se anima com os gols sobre o Atlético-MG

Atacante diz que é preciso matar um leão por jogo. Mas ida de Diego Maurício para seleção sub-20 pode ajudá-lo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Os dois gols de Deivid na vitória de 4 a 1 sobre o Atlético-MG , na noite deste sábado, no Engenhão, credenciam o atacante à vaga de titular da equipe. Além da boa atuação, o jogador terá a seu favor, a partir de agora, a saída de Diego Maurício, que estará servindo à seleção brasieira sub-20 na Colômbia.

Deivid reconhece que terá um concorrente a menos. Wanderlei começava jogando e o técnico Vanderlei Luxemburgo optava por Deivid ou por Diego para o segundo tempo. Sem o jovem atacante, a concorrência diminui.

Ainda assim, Deivid diz que respeita o trabalho de Wanderlei e lembra que a atuação desta noite não representará a titularidade.

Coloque seu time em 1º no ranking da Torcida Virtual do iG

null

"Briga passa a ser com Wanderlei. Mas não adianta eu me empolgar só porque fiz dois gols. Aqui no Flamengo, é matar um leão por dia. Independentemente de quem o Luxemburgo escalar, a gente tem que entrar bem. Wanderlei faz bem o trabalho dele, eu também faço o meu. Vamos esperar a decisão do treinador", comentou o atacante rubro-negro.

A todo instante, Deivid citava a dificuldade que é vestir a camisa do Flamengo. A fratura na perna, enquanto ainda jogava na Turquia, é a principal lembrança do jogador das dificuldades em sua carreira. Ele custou a se recuperar e deu a volta por cima. Hoje, e apega ao passado para afirmar que vai lutar com calma para recuperar seu espaço no Flamengo.

"Nunca desanimar. Pelo fato que já vivenciei, quebrar a perna e ter que voltar bem...Eu nunca desisto, sempre trabalhei quieto, com honestidade para fazer o melhor e olhar na cara dos meus filhos da minha esposa".

Leia tudo sobre: flamengodeividbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG