Dirigente palmeirense afirma que decisão de não levar o jogador ao Rio vale apenas para o jogo desta quarta-feira contra o Flamengo

De acordo com o vice-presidente de futebol Roberto Frizzo, a decisão de não relacionar o atacante Kleber para a viagem do Palmeiras ao Rio de Janeiro foi tomada pela diretoria e pela comissão técnica. O dirigente garantiu que essa atitude foi tomada apenas para a partida contra o Flamengo , nesta quarta-feira, e não significa que o Gladiador foi afastado do elenco.

Veja também: Felipão racha com Kleber, e Palmeiras teme até o rebaixamento

"Ser afastado é ser isolado. Foi um jogo. Foi uma decisão tomada pela diretoria e pela comissão técnica", confirmou Frizzo a jornalistas após desembarcar na capital carioca.

Em uma reunião, Kleber teria se desentendido com o técnico Luiz Felipe Scolari e dirigentes do clube, por causa da agressão sofrida pelo volante João Vítor , na terça-feira. Ao sair da loja oficial do clube, localizada na Rua Turiassu, no Palestra Itália, ele foi abordado por cerca de 15 torcedores e teve que ser resgatado pela polícia militar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.