Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No dérbi de Manchester, City e United ficam no zero e ajudam o Chelsea

Rivais locais decepcionaram em jogo sem inspiração pelo Inglês. Chelsea e Arsenal venceram suas partidas

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860093877&_c_=MiGComponente_C

O clássico do City of Manchester poderia significar uma arrancada rumo ao topo do Campeonato Inglês para uma das duas equipes. No entanto, faltou inspiração a Manchester City e Manchester United, que ficaram no 0 a 0 e ajudaram o líder Chelsea, que bateu o Fulham por 1 a 0 e aumentou sua vantagem de dois para quatro pontos.

Com o resultado, o Manchester United continua na segunda colocação, agora com 24 pontos - contra 28 do Chelsea. Com 21 pontos, o City também manteve a posição: continua em quarto lugar, com dois pontos a menos que o Arsenal, que venceu o Wolverhampton por 2 a 0, também nesta quarta-feira.

O jogo
Quem esperava por uma grande exibição por parte das duas equipes se decepcionou. Sem o astro Wayne Rooney, que está aprimorando seu condicionamento físico após recuperar-se de lesão no quadril, o time visitante preferiu adotar uma postura mais defensiva e conseguiu conter o ataque adversário.

Barry, David Silva e Carlitos Tevez foram insistentes e participativos, mas não criaram grandes lances no primeiro tempo, exceto por uma cobrança de falta do ex-corintiano, que Van der Sar espalmou no seu ângulo esquerdo.

No segundo tempo, o panorama da partida seguiu inalterado e nem as substituições dos treinadores foram suficientes para que a partida ganhasse emoção - no time anfitrião, entraram Johnson, Kolarov e Adebayor (já nos acréscimos) nos lugares de Milner, Boateng e Tevez; Alex Ferguson apostou em Brown, O'Shea e Hernández nas vagas do brasileiro Rafael, Evra e Berbatov.

Nos minutos finais do jogo, o Manchester City finalmente conseguiu impor um ritmo mais acelerado e criou boas chances. Aos 40, Zabaleta avançou pela direita da área, cortou para o meio e bateu cruzado, mas a bola passou por cima do gol e o placar não se movimentou.

Os triunfos de Chelsea e Arsenal
O Chelsea recebeu o Fulham no Stamford Bridge e fez o dever de casa para abrir quatro pontos de vantagem na liderança da competição: com gol de Essien, aos 30 minutos do primeiro tempo, os Blues venceram por 1 a 0.

Já o Arsenal jogou fora de casa, e mesmo assim conseguiu bater o Wolverhampton, no Molineux Stadium. Os dois gols da vitória por 2 a 0 foram marcados por Chamakh: um deles no primeiro minuto do jogo e o outro aos 45 do segundo tempo.

Veja todos os resultados desta quarta:

Manchester City 0 x 0 Manchester United
Wolverhampton 0 x 2 Arsenal
Chelsea 1 x 0 Fulham
Wigan 1 x 1 Liverpool
Aston Villa 3 x 2 Blackpool
West Ham 2 x 2 West Bromwich
Newcastle 1 x 2 Blackburn
Everton 1 x 1 Bolton

Leia tudo sobre: futebol internacionalinglaterrainglês 2010

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG