Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No adeus, Ronaldo perde gol feito e faz goleiro rival ser vilão

Camisa 9 erra chute embaixo da trave e outro na entrada da área na sua descontraída despedida do futebol

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Reuters
Robinho brinca com Ronaldo depois de uma das chances perdidas
Ronaldo foi bem para os 17 minutos que esteve em campo. O camisa 9 chegou muito perto de marcar um gol e viu Ciprian Tatarusanu, goleiro da Romênia, virar vilão de sua despedida após perder dois gols: um embaixo do travessão e outro na entrada da pequena área. Isso sem contar outra bola que ele isolou pela esquerda da área, dessa vez, sem culpa para o arqueiro rival.

Confira um vídeo com a transformação física de Ronaldo ao longo dos anos

Veja linha do tempo da carreira e da vida de Ronaldo

No discurso improvisado após o apito final do primeiro tempo do amistoso, além de agradecer o apoio da torcida ao longo de sua carreira, o Fenômeno se desculpou pelas chances perdidas : "Eu tive três chances de gol, mas não consegui fazer, desculpa. Foram meus últimos quinze minutos, não consegui fazer o que seria uma pequena retribuição a tudo o que vocês fizeram por mim”.

Com ou sem gol, Ronaldo foi ovacionado durante o jogo inteiro, mesmo quando ele aparecia apenas no telão. Assim que subiu as escadas, o maior goleador das Copas foi ovacionado, assim como aconteceu quando seu nome foi anunciado com uma foto especial no telão.

No total, Ronaldo deu três passes certos, duas finalizações corretas e fez um desarme. Para o lado ruim, o jogador errou um passe e uma finalização.

Ao apito que encerrou o primeiro tempo, o jogador foi homenageado pelos árbitros. Ganhou a bola do jogo e o apito de Sergio Pezzota. Os demais jogadores em campos formaram um corredor e Ronaldo cumprimentou a todos.

Começou então a volta olímpica. O "Fenômeno", enrolado em uma bandeira do Brasil e ao lado dos filhos, não escondia a emoção. Acenou para o público e não demonstrou a menor pressa em encerrar as homenagens. Por fim, discursou em um púlpito armado no meio-campo.





Os últimos momentos de Ronaldo na seleção:

19h50 Ronaldo chega com o filho Alex no colo, dormindo

21h50 Enquanto time se preparava para entrar em campo, Ronaldo bate bola com filhos no vestiário

22h07 Ronaldo ajuda filho a colocar blusa no vestiário e já começa a preparar subida para o campo

22h08 A torcida já grita que “Ronaldo vem aí e o bicho vai pegar”.

22h10 Telão mostra imagem de Ronaldo se aquecendo com filhos nos vestiários e torcida no Pacaembu grita nome do camisa 9

22h16 Fred abre o placar para o Brasil, e Ronaldo comemora nos vestiários

22h20 Ronaldo tira o agasalho e começa a caminhada rumo ao campo

22h22 Ronaldo entra no gramado e é ovacionado pelo Pacaembu

22h23 Ronaldo recebe as instruções de Mano Menezes e já fica pronto para entrar ao som do incentivo da torcida

22h24 Placa da substituição é levantada e comemorada como se fosse gol

22h24 Fred reverencia Ronaldo, e atacante entra em campo

22h26 Ronaldo recebe passe de André Santos e toca de primeira para Robinho

22h27 Neymar domina bola na entrada da área, e Ronaldo dispara em vão

22h28 Ronaldo recebe passe de Maicon e toca de primeira para Neymar

22h30 Ronaldo erra passe, recupera a bola, toca para Neymar. A bola volta para Ronaldo, que chuta cara a cara com goleiro da Romênia. Tatarusanu faz a defesa

22h34 Ronaldo recebeu passe de Robinho ficou cara a cara com o gol e isolou


22h36 Ronaldo recebe passe de Neymar na entrada da pequena área e vê Tatarusanu fazer outra boa defesa

22h41 Árbitro encerra a partida e a carreira de Ronaldo como jogador da seleção

22h42 Ronaldo é cumprimentado por árbitros e rivais, dá volta olímpica e discursa
 

Leia tudo sobre: seleção brasileiraronaldopacaembu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG