Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

No 1º dia de trabalho, Muricy cobra elenco e marca reunião com Ganso

Após reunião com elenco, Muricy promete conversar em particular com Ganso sobre desejo de jogar na Europa

Samir Carvalho, iG Santos |

Samir Carvalho
Muricy foi apresentado nesta quinta no CT
O técnico Muricy Ramalho foi apresentado nesta quinta-feira como o novo treinador do Santos. Além de conquistar títulos, o treinador chega ao clube com a missão de corrigir o emocional de alguns jogadores. Muricy não gostou da atitude dos atletas - Neymar, Elano e Zé Eduardo - que foram expulsos no jogo contra o Colo Colo, já fez uma reunião com o elenco para tratar sobre o assunto, e prometeu uma conversa em particular com o meia Paulo Henrique Ganso.

“Se vocês observarem meu time, os jogadores são muito pouco expulsos. Vamos adquirindo experiência. Não posso afirmar se eu estivesse ali não teria acontecido. Mas converso muito com os jogadores em relação à arbitragem. Sou um técnico de futebol, já conversei com eles bastante por isso. São jogadores de seleção brasileira e vamos prepará-los para o futuro”, disse o treinador.

Muricy quer conversar com o camisa 10 sobre a intenção do atleta em jogar no futebol europeu. “A diretoria está fazendo o possível para manter o jogador. E como técnico tenho que dar a minha opinião. Devo chamar para conversar. Temos que entender que o jogador escolhe onde vai jogar. Mas tenho que dar a minha opinião como técnico”, afirmou Muricy Ramalho, que já adiantou um dos assuntos da conversa.

Samir Carvalho
Muricy ao lado do presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro em sua apresentação no CT Rei Pelé

“Ele tem pessoas que cuidam disso, então ele tem que dedicar aos treinamentos, como ele está fazendo Em relação ao Ganso temos que ter calma, conversar separadamente, deixá-lo tranquilo. Ele tem que jogar e deixar as pessoas trabalhar para ele”, completou.

Muricy Ramalho assinou contrato por uma temporada com opção de renovar por mais um ano. O iG apurou que o treinador receberá cerca de R$ 600 mil de salário e mais 3 milhões em premiações caso a equipe conquiste a Copa Libertadores da América deste ano. O treinador chega ao clube ao lado dos auxiliares: Mário Felipe Peres, conhecido como Tatá, e Cláudio Grillo.

Muricy chega com a missão de classificar o Santos para a próxima fase da Copa Libertadores da América. A equipe disputou quatro partidas na competição continental e conquistou apenas um vitória, diante do Colo Colo por 3 a 2 na última quarta-feira, na Vila Belmiro. Além da vitória contra os chilenos, o Santos empatou com Deportivo Táchira, da Venezuela, e Cerro Porteño, e perdeu para o Colo Colo, no Chile.

null

 

Leia tudo sobre: santosmuricy ramalhoganso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG