Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Nigéria investiga dirigente punido pela Fifa

Amos Adamu foi questionado sobre suborno US$ 800 mil para a escolha das sedes das Copas de 2018 e de 2022

AE |

A entidade anticorrupção da Nigéria revelou que está investigando o dirigente Amos Adamu, que foi suspenso do Comitê Executivo da Fifa, incluindo o escândalo de venda de votos para a escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022.

Um porta-voz da Comissão de Crimes Econômicos Financeiros disse nesta quinta-feira que as autoridades interrogaram Adamu por oito horas na quarta-feira em Lagos, capital da Nigéria.

Femi Babafemi disse que Adamu foi questionado sobre um suposto suborno US$ 800 mil para a escolha das sedes das Copas do Mundo de 2018 e de 2022 e outras acusações relativas ao período em que era membro do Comitê Executivo da Fifa. "Ele disse que as investigações ainda estão em processo".

Leia tudo sobre: NigériaFutebol InternacionalFutebolAmos AdamuFifa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG