Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymar quer dar abraço em Dorival, mas promete empenho contra Atlético Mineiro

Jogo entre Atlético e Santos, no próximo sábado em Sete Lagoas, marcará o reencontro entre o técnico e o atacante

Gazeta Esportiva |

A partida entre Atlético-MG e Santos, sábado, às 19h30 (horário de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), irá marcar o reencontro entre o técnico Dorival Júnior e o atacante Neymar. Ansioso para rever o ex-treinador, a joia santista espera dar um abraço em Dorival para selar a paz entre os dois, mas prometeu que, quando a bola rolar, cada um vai procurar defender a sua atual equipe.

"Não tive nenhum contato com o Dorival Júnior depois que ele saiu daqui, mas acho que vai ser um reencontro normal, de dois amigos que não se vêem há algum tempo. Tenho um carinho muito grande pelo Dorival. Vou dar um abraço nele, só que quando a bola rolar, eu vou defender o meu lado", disse Neymar.

Dorival Júnior e Neymar fizeram, juntos, muito sucesso no Santos nesta temporada, quando conquistaram os títulos paulista e da Copa do Brasil. Agora, em lados opostos, os dois se enfrentam pela primeira vez desde que o treinador deixou a Vila Belmiro, após uma discordância com a diretoria, sobre uma punição ao atacante, por conta do episódio em que o camisa 11 o ofendeu, no jogo em que o alvinegro praiano bateu o Atlético-GO, por 4 a 2, no dia 15 de setembro, na Vila Belmiro.

Indagado sobre a reação que espera do seu ex-comandante, o atacante do Santos diz acreditar que Dorival não guarda mágoas por conta do episódio que culminou com a sua demissão e deve tratá-lo normalmente, sem qualquer tipo de animosidade. "Pelo que eu conheço do Dorival Júnior, no tempo em que trabalhamos juntos aqui, tenho certeza que ele vai me tratar com o maior carinho. O Dorival sabe que tudo o que aconteceu não foi por maldade", comentou.

Sobre o trabalho de Dorival Júnior no Galo, Neymar destacou que não tem acompanhado muito de perto a briga dos mineiros contra o rebaixamento - o clube é o primeiro integrante da zona de rebaixamento, com 35 pontos -, porém afirmou estar torcendo para que o ex-técnico santista tenha sucesso na sua missão de salvar o Atlético-MG da Série B do Brasileiro. Mas, segundo Neymar, isso só irá acontecer depois que os dois times se enfrentarem.

"Não tenho acompanhado muito o Atlético-MG, mas estou torcendo pelo Dorival lá. No entanto, espero que ele não se dê bem no sábado contra a gente, né? Depois, irei torcer para que eles se salvem (do rebaixamento)", encerrou.

Leia tudo sobre: atlético-mgcampeonato brasileironeymarsantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG