Atacante acha gesto triste, mas prefere não criar polêmica com banana jogada em sua direção em Londres

Grande estrela da vitória de 2 a 0 do Brasil sobre a Escócia, o atacante Neymar preferiu após o jogo apenas curtir a atuação e procurou não se abalar com atitude de racismo que sofreu. Além de ser vaiado quase o jogo todo pelos escoceses, algum torcedor jogou uma banana no gramado durante a partida, em sua direção. A imagem da banana em campo foi captada pelo canal "SporTV".

"Lamento que isso tenha acontecido, acho triste, mas não quero falar muito para não crescer o assunto. Só quero me preocupar em jogador futebol", disse Neymar após deixar o vestiário do Emirates Stadium, em Londres.  Ele disse que não viu quando a fruta foi arremessada e quem o avisou foi o lateral-esquerdo André Santos.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) vai divulgar uma nota oficial ainda neste domingo para se posicionar sobre o caso. O diretor de comunicação da entidade, Rodrigo Paiva, conversaria com o presidente Ricardo Teixeira para saber se o Brasil fará uma reclamação formal aos organizadores da partida e a autoridades da Inglaterra.

No sul-americano sub 20, disputado em janeiro e fevereiro no Peru, o atacante Diogo Maurício foi vítima de racismo na partida contra a Bolívia. Alguns torcedores imitaram macacos próximos a ele e a CBF emitiu um comunicado dizendo que pediria atitude da polícia e da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol). Por enquanto não houve consequências. 

O volante Lucas Leiva também lamentou o triste ato dos torcedores no Emirates Stadium. O jogador, que atua no Liverpool, afirmou que, cada vez mais, as cenas de racismo têm se repetido na Europa.

"Acredito que o racismo no mundo que vivemos hoje não tem mais espaço. Somos todos iguais. E na Europa, que dizem ser primeiro mundo, é onde acontecem mais essas coisas. Hoje, cor e raça não querem dizer nada. Só pedimos respeito. Temos que tentar usar nossa imagem para ajudar a acabar com isso", afirmou ao "Sportv".

Na última semana, o lateral-esquerdo Marcelo também foi alvo de racismo no confronto entre Real Madrid e Atlético de Madrid . Roberto Carlos também foi alvo da ignorância de alguns torcedores, que ofereceram uma banana ao jogador durante a partida entre Zenit e Twente .

Reportagem de Marcel Rizzo, enviado a Londres

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.