A discussão se deve à partilha dos direitos econômicos, ponto que tem deixado a diretoria do Real receosa

Jogador mais cobiçado da atualidade, Neymar já assinou contrato com o Real Madrid para se transferir em julho de 2012. Para a transferência ser concretizada e o documento validado, falta o Santos , clube com o qual o atacante tem vínculo, e a DIS, investidora que tem participação nos direitos econômicos, endossarem o acordo.

Veja também: iG revela com exclusividade detalhes do contrato de Neymar

O iG apurou que os dirigentes santistas já aceitaram a proposta do Real. O que ainda é discutido para ser incluído na minuta é a forma de pagamento dos 58 milhões de euros (aproximadamente R$ 140 milhões) que o time espanhol irá gastar para contratar Neymar .

Leia também: Santos renova contrato de promessa com multa superior à de Neymar

A discussão se deve à partilha dos direitos econômicos do atacante, ponto que tem deixado a diretoria do Real receosa de uma batalha jurídica. O iG apurou que o Real aceita pagar até 58 milhões de euros pela liberação, desde que o valor corresponda aos direitos econômicos do jogador. Já o Santos prefere receber 30 milhões de euros pelos direitos, com os demais 28 milhões especificados no contrato como referentes aos 30% dos direitos de imagem do atleta.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A estratégia da diretoria santista seria pagar uma porcentagem menor à DIS, que detém 40% dos direitos econômicos de Neymar . O Santos tem 55%, já que vendeu 5% à empresa Terceira Estrela Investimentos S.A (Teisa).

O Real Madrid estipulou um prazo ao executivo José Berenguer, do Banco Santander Brasil, e integrante do Grupo Guia (Gestão Unificada de Inteligência e Apoio ao Santos), que administra o Santos , para fechar o acordo. Berenguer é o responsável pelas negociações com o clube espanhol

Veja ainda: Neymar custa R$ 180 milhões no Brasil e expõe blefe de Andrés

O Real já acertou todos os detalhes da transferência com os agentes de Neymar . O atleta receberá cerca de 6 milhões de euros por temporada e será apresentando na Espanha em julho de 2012. Como antecipou o iG com exclusividade, o pai e representante do jogador, Neymar da Silva Santos, receberá uma megacomissão: 10% do valor da transação – 5,8 milhões de euros (cerca de R$ 14 milhões).

Além disso, o representante do jogador receberá 10% de comissão da parte do Santos na negociação, devido a uma cláusula no contrato, que foi mostrado com exclusividade pelo iG . Como o Santos receberá apenas 55% o valor da transação, dirigentes do clube tentam convencer o pai do atleta a dispensar a comissão, mas por enquanto não obtiveram êxito na estratégia.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente a saída de Neymar em 2012

Cláusula contratual irrita conselheiros do clube
Apesar de reconhecerem o esforço da diretoria em renovar o contrato de Neymar na temporada passada, membros do Conselho Deliberativo do clube não aprovaram a estratégia dos dirigentes para segurar o atacante.

Em uma manobra inédita, a diretoria do Santos garantiu à empresa do jogador, Neymar Sport, uma comissão de 10% para o atleta em sua venda. A comissão será paga imediatamente a Neymar na transação.

O acordo foi fechado na renovação contratual do atleta em 2010. Na ocasião, o clube venceu a concorrência do Chelsea, da Inglaterra, que ofereceu o valor da multa rescisória para contratar Neymar .

No entanto, o Santos não conseguiu evitar o assédio dos clubes europeus nesta temporada. Após uma briga entre Real Madrid e Barcelona, o clube merengue ganhou a disputa fechou com o camisa 11.

Veja galeria de fotos que mostram os cuidados de Neymar com o cabelo:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.