Tamanho do texto

Equipe triunfou em casa sob os olhares de Muricy Ramalho, mas perdeu Neymar, Zé Eduardo e Elano, expulsos

Em um jogo tenso e sob os olhares do técnico Muricy Ramalho, o Santos venceu o Colo Colo por 3 a 2 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. A partida teve como protagonista o atacante Neymar , que marcou um golaço ao aplicar um chapéu no marcador antes de encobrir o goleiro Castillo.

No entanto, o camisa 11 do Santos foi expulso após colocar uma máscara, que estava fora de campo, na comemoração do terceiro gol santista na partida. Neymar utilizou a máscara com seu próprio rosto, feita por um dos seus patrocinadores, que fabricou 11 mil delas e distribuiu antes da partida nas arquibancadas Vila Belmiro.

Muricy, novo técnico do Santos, assistiu à partida ao lado do presidente do clube
AE
Muricy, novo técnico do Santos, assistiu à partida ao lado do presidente do clube

Se não bastasse, Zé Eduardo foi expulso dois minutos depois, e a equipe santista não terá a dupla de ataque titular no duelo decisivo contra o Cerro Porteño, no Paraguai, no próximo dia 14. Após fazer uma falta no adversário, Zé Eduardo se desentendeu com o zagueiro Scotti, e o árbitro expulsou os dois jogadores de campo.

Para dificultar a vida de Muricy Ramalho no jogo contra o Cerro, Elano foi expulso mesmo após ser substituído. O atleta, que estava no banco de reservas, jogou uma toalha dentro do campo e foi punido pela arbitragem.

O técnico Muricy Ramalho, recém contratado, assistiu ao jogo dos camarotes da Vila Belmiro. O treinador, que foi ovacionado em sua chegada ao estádio, será apresentado nesta quinta-feira no CT Rei Pelé, e comanda a equipe no jogo contra o Americana no próximo domingo, em Americana, pela 18ª rodada do Campeonato Paulista.

O jogo
O Santos iniciou o jogo contra o Colo Colo demonstrando bastante nervosismo devido a necessidade da vitória nesta quarta-feira. Os jogadores não aliviavam nas divididas com o adversário, e buscavam o gol desde o início da partida. Em uma delas, Neymar fez uma falta no atacante Miralles e levou o primeiro cartão amarelo do jogo. O primeiro lance de perigo aconteceu aos 11 minutos. Elano cobrou falta com perfeição e a bola passou muito perto da trave do goleiro Castillo.

No entanto, o Colo Colo respondeu três minutos depois. Após boa tabela com o atacante Miralles, Salcedo invadiu a área pela esquerda e chutou forte cruzado, a bola passou com perigo por cima do gol de Rafael.

Aos 20 minutos, o Santos voltou a assustar o gol dos chilenos. Ganso lançou uma bola da intermediária para Zé Eduardo, que cabeceou no canto esquerdo de Casstillo e quase abriu o marcador.

Neymar foi expulso pelo árbitro após colocar uma máscara na comemoração do seu belo gol na Vila
EFE
Neymar foi expulso pelo árbitro após colocar uma máscara na comemoração do seu belo gol na Vila
Devido à ansiedade do Santos em buscar o gol, o Colo Colo aproveitava os contra-ataques. Os chilenos chegaram perto de abrir o placar em cobrança de falta. Wilchez cobrou com efeito e a bola bateu no travessão. Três minutos depois, a equipe santista deu o troco. Danilo recebeu livre na meia-esquerda e chutou forte, obrigando Castillo a fazer uma grande defesa.

Aos 33 minutos, o Santos conseguiu abrir o marcador. Danilo recebeu falta de Mena na entrada da área. Na cobrança, Elano chutou colocado no canto esquerdo alto do goleiro Csstillo e marcou um bonito gol. O gol ‘incendiou’ a torcida santista. Dois minutos depois, o Santos ampliou o marcador.

Zé Eduardo fez boa jogada individual, enganou a marcação e lançou Danilo dentro da área, o volante saiu por trás da marcação e apareceu livre na frente do goleiro Castillo. O meio-campista ainda driblou o goleiro antes de marcar o segundo gol do Santos no jogo. Aos 42 minutos, o Santos teve a última chance da primeira etapa. Zé Eduardo recebeu na entrada da área, pela direita, driblou o zagueiro e chutou forte no alto para grande defesa de Castillo, que espalmou para escanteio.

No segundo tempo, o Santos continuou buscando o gol. Aos seis minutos, Neymar fez um golaço. O camisa 11 driblou um zagueiro, aplicou um chapéu em outro e tocou por cima do goleiro Castillo para fazer um lindo gol. Na comemoração, o atacante usou uma mascara que estava fora de campo e foi expulso pelo árbitro, levou o segundo cartão amarelo na partida e foi expulso.

Três minutos depois, Zé Eduardo e Scotti quase iniciam uma briga generalizada. Após receber uma falta violenta, o zagueiro do Colo Colo revidou com um empurrão, e os dois foram expulso pelo árbitro.

Se não bastasse, o meia Paulo Henrique Ganso recebeu uma falta violenta, sentiu fortes dores e deixou o campo de maca. O camisa 10 foi substituído pelo lateral-esquerdo Alex Sandro. Aos 36 minutos, o Colo Colo começou a reação. Jorquera lançou Jerez, que tocou na saída do goleiro Rafael para diminuir. Para deixar o final do jogo mais tenso, os chilenos ainda marcaram o segundo gol. Aos 41 minutos, Rubio recebeu um belo passe de Miralles, driblou Rafael e fez o segundo dos chilenos. No entanto, o Colo Colo não conseguiu o gol de empate, e o Santos venceu por 3 a 2.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 3 x 2 COLO COLO

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 6/4/2011 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Silvera (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinosa (URU) e Marcelo Costa (URU)
Público: 11.871
Renda : R$ 537.295
Cartões amarelos: Léo, Neymar e Elano (Santos); Wilchez, Cabion e Magalhães (Colo Colo)
Cartões vermelhos: Neymar, Zé Eduardo e Elano (Santos); Scotti (Colo Colo)

Gols:
Santos – Elano aos 33 minutos e Danilo aos 35 minutos do primeiro tempo, e Neymar aos seis minutos do segundo tempo
Colo Colo – Jerez aos 36 e Rubio aos 41 do segundo tempo

SANTOS : Rafael; Pará (Bruno Aguiar), Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Danilo, Elano (Maikon Leite) e Paulo Henrique Ganso (Alex Sandro); Neymar e Zé Love. Técnico : Marcelo Matelotte

COLO COLO: Castillo; Magalhães, Scotti, Cabrera e Jerez; Mena (Cabion), Salcedo (Gazale), Fuenzalida (Rubio), Wilchez; Jorquera e Miralles.  Técnico : Américo Gallego