Tamanho do texto

Atacante do Santos é o único que não atua na Europa a figurar relação dos 55 candidatos à equipe da temporada

selo

AE
Neymar é o único que não atua na Europa que concorre a vaga na seleção do ano da Fifa
O atacante Neymar entrou na lista dos 55 jogadores que são candidatos a formar a seleção ideal do futebol mundial em 2011, em eleição promovida pela Fifa e pela FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais). Outros sete brasileiros estão na disputa, cujos 11 vencedores (um goleiro, quatro defensores, três meio-campistas e três atacantes) serão conhecidos apenas no dia 9 de janeiro, em cerimônia na Suíça, quando também será revelado o eleito como melhor jogador do mundo.

VEJA MAIS: Neymar vale dois Gansos, de acordo com consultoria

Assim como já tinha acontecido na eleição do melhor do mundo, na qual está entre os 23 finalistas, Neymar é o único entre os 55 candidatos a entrar na seleção ideal do ano que joga atualmente no Brasil - apesar de propostas milionárias da Europa, preferiu ficar no Santos. Os outros sete brasileiros atuam em clubes europeus: Daniel Alves (Barcelona), Lúcio (Inter de Milão), Maicon (Inter de Milão), Thiago Silva (Milan), David Luiz (Chelsea), Marcelo (Real Madrid) e Kaká (Real Madrid).

A eleição da seleção ideal do ano é feita com os votos dos mais de 50 mil jogadores profissionais de futebol do mundo que estão cadastrados na FIFPro. E o Brasil, com seus oito representantes, é o país com o segundo maior número de candidatos na disputa de 2011, perdendo apenas para a Espanha, atual campeã mundial e europeia, que conta com 12 nomes. Entre os 55 finalistas, a maioria está jogando no futebol espanhol - são 22, contando apenas Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid.

Na eleição entre os atacantes, Neymar terá adversários fortíssimos, principalmente o argentino Messi (Barcelona) e o português Cristiano Ronaldo (Real Madrid), contra quem ele concorre também no prêmio de melhor jogador do mundo. O jovem astro do Santos ainda disputa outra premiação da Fifa marcada para ser entregue na mesma cerimônia do dia 9 de janeiro: o gol mais bonito do ano, com aquele que marcou na derrota para o Flamengo, por 5 a 4, em 27 de julho, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão.

Confira a lista dos 55 candidatos na eleição do time ideal:

Goleiros - Gianluigi Buffon (ITA/Juventus), Iker Casillas (ESP/Real Madrid), Manuel Neuer (ALE/Bayern de Munique), Victor Valdes (ESP/Barcelona) e Edwin van der Sar (HOL/Manchester United) 

Defensores - Eric Abidal (FRA/Barcelona), Daniel Alves (BRA/Barcelona) , Ricardo Carvalho (POR/Real Madrid), Ashley Cole (ING/Chelsea), Patrice Evra (FRA/Manchester United), Rio Ferdinand (ING/Manchester United), Vincent Kompany (BEL/Manchester City), Philipp Lahm (ALE/Bayern de Munique), Lúcio (BRA/Inter de Milão) , David Luiz (BRA/Chelsea) , Maicon (BRA/Inter de Milão) , Marcelo (BRA/Real Madrid) , Alessandro Nesta (ITA/Milan), Pepe (POR/Real Madrid), Gerard Piqué (ESP/Barcelona), Carles Puyol (ESP/Barcelona), Sergio Ramos (ESP/Real Madrid), Thiago Silva (BRA/Milan) , John Terry (ING/Chelsea) e Nemanja Vidic (SER/Manchester United) 

Meio-campistas - Xabi Alonso (ESP/Real Madrid), Gareth Bale (GAL/Tottenham), Sergio Busquets (ESP/Barcelona), Cesc Fabregas (ESP/Barcelona), Andres Iniesta (ESP/Barcelona), Kaká (BRA/Real Madrid) , Frank Lampard (ING/Chelsea), Nani (POR/Manchester United), Mesut Özil (ALE/Real Madrid), Andrea Pirlo (ITA/Juventus), Bastian Schweinsteiger (ALE/Bayern de Munique), David Silva (ESP/Manchester City), Wesley Sneijder (HOL/Inter de Milão), Yayá Toure (COM/Manchester City) e Xavi (ESP/Barcelona) 

Atacantes - Sergio Agüero (ARG/Manchester City), Karim Benzema (FRA/Real Madrid), Edinson Cavani (URU/Napoli), Didier Drogba (COM/Chelsea), Samuel Eto’o (CAM/Anzhi), Falcão Garcia (COL/Atlético de Madri), Mario Gomez (ALE/Bayern de Munique), Zlatan Ibrahimovic (SUE/Milan), Lionel Messi (ARG/Barcelona), Neymar (BRA/Santos) , Cristiano Ronaldo (POR/Real Madrid), Wayne Rooney (ING/Manchester United), Luis Suárez (URU/Liverpool), Robin van Persie (HOL/Arsenal) e David Villa (ESP/Barcelona)