Santista faz primeiro jogo pelo Brasil no país e deve levar fãs histéricas ao estádio. Jadson sonhava em mostrar seu futebol

Gritos histéricos talvez seja a trilha sonora da partida entre Brasil e Holanda na tarde deste sábado, 16h10, em Goiânia. Afinal, Neymar , ídolo das meninas, estará em campo pela primeira vez no Brasil com a camisa da seleção. Dos titulares que Mano Menezes colocará em campo, o santista é o único que nunca atuou com a amarelinha em casa.

“Especial estar em casa pelo Brasil. O carinho é enorme, só me dá mais vontade de jogar”, disse Neymar. Ele já fez partidas contra os EUA fora, na Inglaterra (contra a Escócia) e em Doha (diante da Argentina), no Catar. Na última, contra a Escócia, em Londres, marcou dois gols, sofreu pênalti e foi vaiado pelos escoceses.

Pelo Santos, Neymar arrasta fãs adolescentes pode onde passa. No ano passado, em Salvador, antes da final da Copa do Brasil contra o Vitória, o aeroporto foi tomado por fãs histéricas que invadiram a sala de desembarque e fizeram o garoto de 19 anos se esconder no banheiro. No exterior, porém, ele ainda não é fenômeno, como mostrou a frase do técnico da Holanda, Bert van Marwijk, que não teve vergonha de dizer que só viu o garoto por VT.

A maioria do restante do time titular tem experiência de atuar pelo Brasil em casa, apesar de a última partida ter sido em outubro de 2009, contra a Venezuela, em Campo Grande (MS), pelas eliminatórias para a Copa da África do Sul. O que menos atuou foi Fred , que será companheiro de ataque de Neymar e Robinho, que fez uma partida, em 2005, justamente o da despedida de Romário no Pacaembu, contra a Guatemala – na terça Fred pode participar de outro adeus, o de Ronaldo, no mesmo estádio (jogo será contra a Romênia, 21h50).

No banco
Antes de saber que não seria titular, Jadson, 27 anos, comemorava que poderia estrear pelo Brasil em casa. “É bom porque o torcedor vai poder ver de perto meu futebol. Eu jogo na Ucrânia, ninguém vê, e por isso acham estranho a convocação”, disse o jogador do Shakthar Donetsk.

Leandro Damião, 20 anos, atacante do Internacional, estreou pela seleção como titular, contra a Escócia, no jogo que Neymar arrebentou . Foi bem, ganhou nova chance de atuar no Brasil, mas vai ser reserva de Fred, 27 anos, novato com Mano Menezes. O garoto Lucas, o lateral-esquerdo Adriano, o zagueiro David Luiz, o meia Elias e os goleiros Victor, Jefferson e Fábio nunca jogaram pela a seleção no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.