Prêmio é concedido pelo jornal uruguaio El País. Eduardo Vargas e Riquelme são outros nomes fortes

Gazeta Press
Parceiros em campo, Neymar e Ganso agora brigam por prêmio
Apesar de o Santos não ter conquistado o título do Mundial de Clubes, o ano de 2011 pode terminar com um bom motivo para ser comemorado por Neymar ou Ganso - os dois foram indicados ao prêmio de melhor jogador da América do Sul, concedido anualmente pelo jornal uruguaio "El País" desde 1986.

Destaques do Santos na conquista da Taça Libertadores, ambos têm como principais concorrentes o chileno Eduardo Vargas, que brilhou pela Universidad de Chile na campanha que culminou com o título da Copa Sul-Americana e foi vendido ao Napoli, e o meia Juan Román Riquelme, principal astro do Boca Juniors.

Leia também: Robinho descarta retorno ao Santos no próximo ano

Quatro jogadores com passagem recente pelo futebol brasileiro também disputam o prêmio: o volante Arévalo Ríos, ex-Botafogo e titular da seleção uruguaia campeã da Copa América; o lateral equatoriano Néicer Reasco, que já defendeu o São Paulo e neste ano foi vice-campeão da Sul-Americana pela LDU; o goleiro chileno Johnny Herrera, ex-Corinthians e atualmente na Universidad de Chile; e o zagueiro argentino Rolando Schiavi, que atuou pelo Grêmio e está no Boca Juniors.

Os outros indicados ao prêmio são argentinos: os laterais Emiliano Papa (Vélez Sarsfield) e Clemente Rodríguez (Boca Juniors) e o atacante Hernán Barcos (LDU).

O vencedor é escolhido em uma votação que conta com a participação de cerca de 200 jornalistas sul-americanos. No ano passado, o eleito foi o meia Andrés D'Alessandro, do Internacional. Neymar ficou em terceiro lugar.

Desde que o prêmio passou a ser concedido pelo "El País", quatro brasileiros já o conquistaram: Bebeto (1989), Raí (1992), Cafu (1994), Romário (2000).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.