Tamanho do texto

Por ofensas em rede social, Justiça condenou o atleta indenizar o juiz Sandro Meira Ricci em R$ 15 mil

O atacante Neymar foi condenado pela Justiça nesta terça-feira a indenizar o árbitro Sandro Meira Ricci em R$ 15 mil por causa de ofensas publicadas pelo jogador no Twitter em agosto do ano passado.

Santos já pensa no Japão, mas Brasileirão não acabou! Confira a classificação

A ofensa de Neymar a Ricci aconteceu durante a partida entre Santos e Vitória, no Brasileirão de 2010. Neymar estava fora do jogo e, pelo Twitter, ironizou a atuação do árbitro que marcou um pênalti contra a equipe santista: “Juiz ladrão, vai sair de camburão”, escreveu.

Veja também: Neymar fecha novo patrocínio e encosta nos R$ 3 milhões de salário

O jogador chegou a retirar a mensagem minutos depois, alegando que sua conta na internet havia sido invadida. Não adiantou. Neymar foi processado pelo árbitro e condenado pela Justiça.

Neymar, que compareceu a audiência, viu seus advogados alegarem que a publicação foi feita por um amigo do atleta. O camisa 11 do Santos também recusou uma proposta de acordo e confirmou que não vai apelar da sentença.

Leia ainda: ‘Prata da casa’ pode virar arma de Muricy contra Messi no Mundial

No Brasileiro deste ano, Neymar e o árbitro Sandro Meira Ricci voltaram a se desentender. Aos 30 minutos do primeiro tempo, no jogo entre Atlético-GO e Santos, pelo primeiro turno da competição, o garoto foi derrubado dentro da área.

Confira também a tabela do Mundia de Clubes da Fifa da Fifa, no Japão

O árbitro do Distrito Federal não marcou o pênalti e ainda mostrou o cartão amarelo para o santista. “Você acha que foi pênalti? Você acha que foi pênalti?”, ironizou Neymar para os repórteres, ao deixar o campo no intervalo de jogo.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e comente sobre a condenação de Neymar