Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymar desencanta, faz dois gols e Santos vence a Portuguesa

Vitória do Santos por 3 a 0 garantiu a Neymar os primeiros gols e primeira vitória pelo Santos em 2011

Samir Carvalho, iG Santos |

O atacante Neymar desencantou, marcou dois golaços em jogadas individuais e garantiu a vitória do Santos diante da Portuguesa por 3 a 0 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. Neymar driblou os defensores nos dois gols antes de balançar as redes. Além dos gols e dribles, o camisa 11 ainda deu a assistência para o gol de Léo, que fechou o marcador.

Os gols marcados por Neymar nesta quarta-feira foram os primeiros dele com a camisa santista em 2011. O atleta também garantiu a primeira vitória pelo Santos nesta temporada.

Se não bastasse a apresentação de Neymar na Vila, o torcedor santista ficou empolgado com o meia Paulo Henrique Ganso, que marcou dois gols no jogo-treino entre os atletas não relacionados para o jogo contra a Portuguesa e a equipe sub 20 do Santos na tarde desta quarta-feira, no CT Rei Pelé.

Após enfrentar a Portuguesa nesta quarta-feira, o Santos volta a campo no próximo sábado, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. A partida pode marcar a reestreia de Paulo Henrique Ganso com a camisa santista. No entanto, o Santos já começa direcionar o foco para o duelo decisivo contra o Colo Colo na próxima quarta-feira, no Chile, pela terceira rodada da Copa Libertadores da América.

O jogo
A Portuguesa assustou o goleiro Rafael no primeiro minuto de jogo. Após boa jogada de Fabrício, atleta que interessava ao Santos, Jael recebeu da entrada da área e chutou forte, mas a bola passou por cima do gol.

nullAos oito minutos, Neymar arriscou a primeira jogada individual. O camisa 11 driblou Marcos Pimentel na linha de fundo, invadiu a área, e chutou cruzado de perna direita para boa defesa de Weverton, que espalmou para escanteio.

No entanto, três minutos depois, Neymar desperdiçou uma grande oportunidade. Após lançamento de Elano para Jonathan na direita, o lateral cruzou para Neymar, que cabeceou por cima do gol apesar de estar sozinho na pequena área.

Enquanto a chuva começava a cair na Vila Belmiro, o Santos tentava arriscar os chutes de fora da área. Em cobrança de falta, Elano chutou forte e o goleiro da Portuguesa soltou a bola nos pés do zagueiro Durval, que não esperava o rebote e concluiu para fora do gol.

A Portuguesa respondeu com perigo em jogada de contra-ataque. O ala Fabrício tabelou com Henrique, chutou forte de fora da área e obrigou Rafael a defender com os pés. O jogo ficou bastante movimentado. Neymar foi derrubado na entrada da área, a torcida pediu pênalti, mas o árbitro marcou a falta. Na cobrança, Elano chutou cruzado para boa defesa de Weverton.

Entretanto, a Portuguesa teve sua melhor oportunidade com Henrique, que dominou e chutou de fora da área e viu a bola bater na trave do goleiro Rafael. Porém, a individualidade de Neymar fez a diferença. O atacante recebeu lançamento na esquerda, invadiu a área, driblou o zagueiro duas vezes antes de chutar cruzado de perna esquerda para abrir o marcador na Vila Belmiro.

nullNo segundo tempo, o Santos voltou mais atento para o segundo tempo apesar da vantagem no marcador. O técnico Marcelo Martelotte pediu mais marcação dos atacantes santista na saída de bola da Portuguesa. Aos cinco minutos, Neymar faz outra jogada individual, dribla o defensor e chuta rasteiro para fazer o segundo gol de sua equipe.

Além dos dribles e gols, Neymar foi o responsável pela assistência do terceiro gol do Santos. O camisa 11 invadiu a área e tocou para Léo finalizar na saída do goleiro e fazer 3 a 0 no placar. Após o terceiro gol, o Santos dominou a partida e quase ampliou o marcador com Maikon Leite, que arriscou um chute de fora da área e acertou a trave. Porém, o jogo terminou com a vitória santista por 3 a 0.

 

FICHA TÉCNICA – SANTOS 3 X 0 PORTUGUESA

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 9 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Giulliano Neri Colisse e Fabio Rogério Baesteiro
Público: 7.897
Renda: R$ 249.436
Cartões amarelos: Diogo e Adriano (Santos); Mauricio e Ferdinando (Portuguesa)

Gols:
Santos: Neymar aos 40 minutos do primeiro tempo e aos cinco minutos do segundo tempo e Léo aos 23 minutos da segunda etapa

Santos: Rafael; Jonathan, Edu Dracena (Bruno Aguiar), Durval e Léo; Adriano, Danilo, Elano (Possebon) e Diogo; Neymar e Zé Eduardo (Maikon Leite)
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)

Portuguesa: Weverton; Jaime, Maurício (Ananias) e Preto Costa; Marcos Pimentel, Ferdinando (Glauber), Ademir Sopa, Henrique e Fabrício; Jael e Rafael Silva (Ivo)
Técnico: Jorginho

Leia tudo sobre: santosportuguesacampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG