Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymar confirma favoritismo e é eleito o 'Rei da América'

Atacante do Santos venceu a eleição promovida pelo jornal "El País". Meia Paulo Henrique Ganso foi o 3º

Gazeta |

Deu a lógica. Campeão da Copa Libertadores com a camisa do Santos, titular na seleção brasileira e vencedor de boa parte dos prêmios de melhor jogador do Campeonato Brasileiro 2011, o atacante Neymar faturou mais um prêmio na consagradora temporada de 2011: o "Rei da América", entregue anualmente pelo jornal uruguaio "El País".

Veja também: Índice Neymar escapa de crise financeira mundial e ações sobem

Em segundo lugar ficou Eduardo Vargas, atacante de 22 anos da Universidad do Chile, que foi campeã da Copa Sul-Americana e do campeonato chileno na última quinta-feira. O jogador é a grande estrela da equipe, mas já foi negociado com o Napoli, da Itália.

A grande surpresa da lista ficou por conta do meia santista Paulo Henrique Ganso, que ficou em terceiro lugar na eleição realizada com base nos votos de 247 jornalistas de 19 países. O camisa 10 santista teve 33 votos, contra 70 de Vargas e 133 de Neymar. O quarto colocado foi o uruguaio Arévalo, do Tijuana-MEX. No início de 2011, o volante havia sido dispensado do Botafogo.

Leia também: Neymar fica em em sétimo lugar como maior goleador do ano

Com a vitória, Neymar traz o prêmio de "Rei da América" ao Brasil depois de dez anos, já que a última vez foi com Romário, em 2000. Desde então, nenhum brasileiro foi homenageado. Antes do Baixinho, Raí e Bebeto venceram.

Além desse feito, o camisa 11 do Santos e da seleção brasileira também bateu o recorde de votos da história do prêmio, pois somou 133 votos. Em 2009, o campeão da Libertadores e astro argentino Verón havia garantido a conquista com apenas 109 votos.

Veja ainda: Neymar diz que é obrigação do Santos vencer rivais da Libertadores

A seleção ideal do continente também foi escolhida pelo jornal uruguaio, com apenas Neymar e Ganso entre os titulares. Outros brasileiros também foram citados, como os santistas Danilo e Elano, o flamenguista Ronaldinho Gaúcho e o zagueiro do Vasco e da seleção Dedé, que ficou a um ponto de entrar para a seleção.

"Comandada" por Óscar Tabárez, o time ideal das Américas é escalado com: Johnny Herrera (Universidad de Chile); Reasco (LDU), Marcos González (Universidad de Chile), Schiavi e Clemente Rodríguez (Boca Juniors); Arévalo (Tijuana), Paulo Henrique Ganso (Santos) e Riquelme (Boca Juniors); Neymar (Santos), Hernán Barcos (LDU) e Eduardo Vargas (Universidad de Chile).

Leia tudo sobre: neymarsantosgansopremiação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG