Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymar comenta violência do América e avisa Muricy: "estou calmo"

Treinador ficou preocupado com as faltas sofridas e temeu por um revide de Nerymar aos atletas mexicanos

Samir Carvalho, iG Santos |

O atacante Neymar sofreu com a marcação dos jogadores do América, do México, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. Após o jogo, o atleta comentou sobre as pancadas que recebeu do adversário, e ainda mandou um recado ao técnico Muricy Ramalho, que estava preocupado com um revide do atacante devido a sequência de faltas sofridas.

Neymar declarou que está calmo dentro de campo e que aprendeu com os erros dos jogos de Grêmio e Real Madrid, que perderam jogadores expulsos nos jogos contra Universidad Católica e Barcelona, respectivamente.

"Mais um jogo que apanho, mas estou acostumado. Meu futebol é rápido, de movimentação e tem que parar na falta mesmo", disse o atacante, que tranquilizou Muricy.

"O Muricy sabe que sou calmo. A gente viu os jogos do Grêmio e do Real Madrid e viu que as expulsões prejudicaram", completou.

Neymar foi o responsável pela assistência do gol de Paulo Henrique Ganso, o único da partida na vitória santista por 1 a 0 diante do América. "Mesmo com 1 a 0, o Santos mereceu mais a vitória", concluiu.

 

Leia tudo sobre: santosneymarmuricy ramalhoamérica do méxico

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG