Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Neymar chega na seleção, causa tumulto e nega ida para Europa

Fãs e imprensa europeia acompanharam a chegada do santista em Stuttgart para amistoso contra a Alemanha na quarta-feira

Paulo Passos, enviado iG a Stuttgart |

Mowa Press
Santista foi o jogador da seleção brasileira mais assediado em Stuttgart
Até a chegada de Neymar , o movimento era tranqüilo em frente ao hotel onde a seleção brasileira está hospedada em Stuttgart, na Alemanha. Os jogadores desciam do ônibus, davam entrevistas na rua e atendiam os poucos fãs que estavam no local antes de entrar.

Foi só o santista desembarcar na cidade onde o Brasil vai enfrentar a Alemanha, na quarta-feira, às 15h45 de Brasília, que o cenário mudou. Dezenas de fãs se amontoaram na área reservada para os jogadores e jornalistas. A entrevista de Neymar teve que ser interrompida por causa do tumulto.

Dentro do hotel, o assédio foi da imprensa européia, principalmente da Espanha, que perguntou se o santista deixará o clube para ir ao país. “Sou jogador do Santos. Não tenho nada com o Real Madrid e o Barcelona”, afirmou. “Tudo que está saindo, não estou sabendo de nada. Estou pensando no Santos e na seleção brasileira e vou continuar no Santos”, respondeu após os repórteres estrangeiros insistirem no assunto.

Sobre seleção brasileira, o atacante disse ainda sentir a derrota na Copa América. “A gente sente dor. Lembra um pouco, mas agora é pensar no que vem pela frente. Esquecer o passado”, disse o santista.

O Brasil enfrenta a Alemanha, nesta quarta-feira, em Stuttgart. O amistoso é o primeiro de uma séria de jogos contra seleções fortes que a seleção jogará até o final do ano . Argentina, México, Espanha e Itália serão os outros adversários.

Mowa Press
Santista foi o jogador da seleção brasileira mais assediado em Stuttgart

 

Leia tudo sobre: seleção brasileiraCBFAlemanhaNeymar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG