Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ney Franco aposta no ataque do Brasil contra Portugal

Rival da seleção brasileira na final do Mundial sub 20, time português ainda não sofreu gols na competição

AE |

selo

AFP
Autor de dois gols, Henrique foi decisivo na semifinal contra o México
A seleção brasileira se classificou na noite de quarta-feira para a decisão do Mundial sub 20, mas o técnico Ney Franco sabe que não há tempo para comemorar o triunfo por 2 a 0 sobre o México , em Pereira. O foco da equipe já é Portugal, adversário da final de sábado, às 22 horas (de Brasília), em Bogotá. O treinador acredita que o duelo será complicado, principalmente por conta do excelente desempenho defensivo da seleção portuguesa, que ainda não sofreu gols na competiçao, mas aposta na força do ataque do Brasil, que já fez 15 gols no torneio.

"A final terá um gostinho "português". Sabemos que Portugal é muito forte na defesa, que o [goleiro] Mika ainda não sofreu nenhum gol, mas do nosso lado temos atacantes de grande qualidade. É promessa de um belo confronto de estilos opostos. Estudamos bem os nossos adversários, mas sei que será um jogo duro, como foram as partidas diante do México e da Espanha", disse Ney Franco.

Diante do México, o Brasil teve maior controle da posse de bola no primeiro tempo, mas não conseguiu penetrar na defesa adversária, arriscando muitos chutes de longa distância. Na etapa final, o treinador promoveu as entradas de Dudu, Allan e Negueba, a seleção melhorou o seu desempenho e conquistou a classificação para a final. Ney Franco exaltou a estratégia adotada diante dos mexicanos e as trocas feitas no segundo tempo.

"A estratégia que adotamos desde o início da competição funcionou muito bem mais uma vez hoje: um primeiro tempo com uma atuação mais física para cansar o adversário e um segundo tempo com um jogo de mais velocidade e técnica para liquidar a partida. A gente vem preparando essa estratégia há muito tempo, é por isso que jogadores como o Allan, o Dudu e o Negueba, que são titulares em potencial, muito técnicos e velozes, começam no banco. Sabíamos que os mexicanos eram muito fortes na marcação, e também precisávamos agir assim para não deixar nenhum espaço", disse.

Os gols da vitória brasileira foram marcados pelo atacante Henrique, nos minutos finais do segundo tempo. Assim, Ney Franco destacou o bom preparo físico da seleção brasileira, que havia definido a sua classificação para as semifinais em duelo contra a Espanha que foi definido apenas na disputa de pênaltis. "A nossa preparação física foi ótima e quero agradecer à minha comissão técnica por isso", comentou.

No sábado, o Brasil disputará sua oitava final de Mundial sub 20, indo em busca do seu quinto título para se aproximar da Argentina, que tem seis. Na edição passada, realizada em 2009, a seleção foi vice-campeã, perdendo para Gana na decisão. A final na Colômbia vai reeditar a decisão do Mundial de 1991, na qual o Brasil foi derrotado nos pênaltis por Portugal de Figo, Rui Costa e Abel Xavier.

Leia tudo sobre: mundial sub 20seleção brasileiraportugal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG