Tamanho do texto

Depois de terminar 2011 como titular, atacante perdeu a posição e promete empenho para recuperá-la

Gazeta Press
Neto Berola foi importante na reação do Atlético-MG no segundo turno do Brasileirão de 2011
O atacante Neto Berola ainda não conseguiu se firmar como titular do Atlético-MG em 2012, mas foi utilizado nos dois jogos do ano, uma espécie de arma secreta do técnico Cuca . Mesmo assim, Berola reconhece que precisa se esforçar mais para conquistar espaço na equipe e garante que vai melhorar.

Veja também: Confira a classificação atualizada do Campeonato Mineiro

"Não é aquilo tudo que eu jogo, mas é algo crescente. No primeiro jogo fui mal, mas nesse jogo contra o América de Teófilo Otoni já deu para melhorar um pouco. Tive chance para fazer gol, não fiz, mas o mais importante foi a vitória. Vou continuar o trabalho para quanto o Cuca precisar eu ter condições de ajudar o Atlético-MG", disse. 

Leia também: Marcos Rocha aprova primeira atuação como titular do Atlético-MG

Questionado sobre a condição física e a briga por um lugar no ataque, o jogador declarou que vai se dedicar ao máximo, mas deixa a decisão para o técnico Cuca. Segundo ele, o objetivo é sempre melhorar a cada partida para voltar a ser o mesmo jogador da temporada passada. 

"O importante é crescer a cada jogo, até voltar a ser o Neto Berola de antes. Sempre que entro em campo procuro fazer o possível para ajudar o time, e às vezes bate o cansaço. A decisão sobre começar o jogo ou não eu deixo para o Cuca, mas sempre que ele precisar vou estar à disposição, independentemente do tempo", declarou.