Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Nei ignora colegas argentinos e diz que torcerá pelo Brasil

Com quatro jogadores convocados para o Superclássico desta noite, Inter se autodenomina Sele/Inter

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Nada de torcida dividida. Quando Brasil e Argentina entrarem em campo esta noite, o Inter terá dois jogadores de cada lado. Oscar e Kléber no time de Mano Menezes contra Guiñazu e Bolatti pelo rival. O lateral-direito Nei já escolheu para quem torcer:

“É Brasil. Em Brasil x Argentina não tem como pensar. Bolatti e Guinazu são dois amigos, mas sou brasileiro! Tem que torcer sempre”, disse.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

As seleções se enfrentam às 21h50, em Belém, valendo o título simbólico do Superclássico das Américas. No primeiro jogo, em Córdoba, empataram em 0 a 0.

Veja: Leandro Damião já foi proibido de dar lambreta

Conheça o Tupi City. Clube de várzea onde jogou Leandro Damião

O número de jogadores convocados do clube gaúcho poderia ser ainda maior. D´Alessandro chegou a ser chamado, mas foi cortado por causa de uma lesão muscular na coxa. Leandro Damião também era nome certo na lista brasileira se não estivesse no departamento médico.

Por conta dos muitos convocados, o site do clube colocou matéria chamando o Inter de “Sele/Inter”. A primeira vez que o clube ganhou esse apelido foi em 1984, quando teve 11 jogadores chamados para a disputa das Olimpíadas de Los Angeles.

Leia tudo sobre: Internacionalseleção brasileiranei

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG